domingo, 22 de abril de 2018

FILHO DE PIQUET CARNEIRO RECEBE TÍTULO DE CIDADÃO EM FORTALEZA

Image

A Câmara Municipal de Fortaleza fez a outorga nesta terça-feira (17) do Título de Cidadão de Fortaleza ao empresário Jeovani Costa Aires, projeto de decreto legislativo de autoria do vereador Salmito Filho (PDT) e aprovado por unanimidade pelo plenário da Câmara. A sessão foi presidida pelo vereador Salmito Filho e a mesa foi composta por: Bismarck Bezerra, prefeito de Piquet Carneiro; Naumi Amorim, prefeito de Caucaia; professor Gerôncio Coelho, superintendente adjunto da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC); Expedito Nascimento, diretor institucional da Aprece; Hélder Nascimento, advogado e o vereador Célio Studart.

Em sua saudação ao homenageado e aos presentes, o vereador Salmito Filho destacou o reconhecimento do Poder Legislativo da Capital do Ceará ao cidadão Jeovani Costa Aires. “O papel do Poder Legislativo, pensado por Montesquieu, é representar a população. O Legislativo tem uma composição plural. Dá eco aos interesses da população, através dos seus legítimos representantes que são os parlamentares”.30711994_1216809665122821_7225869218061746176_n

Para Salmito, a vida, o trabalho, as muitas contribuições para a cidade, especialmente para uma região que ainda é desprovida de atenção, por si só já justificam a homenagem. “Por essas suas ações, ele há muito tempo é cidadão de Fortaleza. Aqui mora, cumpre seus deveres e direitos. Nasceu em Piquet Carneiro, mas veio para a Capital em busca de ampliar seus horizontes, correr atrás, como cidadão digno, para viabilizar sua existência. O que a Câmara faz é reconhecer oficialmente, formalmente, o que ele já é na prática. E esse reconhecimento tivemos a iniciativa, com o apoio de todos os colegas vereadores”, observou.

“Essa homenagem é fruto do seu trabalho, sua forma de agir, seu talento empreendedor, sua preocupação com o próximo, além da ação da assistência social, que é relevante, mas principalmente por suas iniciativas em relação a viabilizar oportunidades para muitos jovens com capacitações profissionais e oportunidades de emprego e de renda. Cearense como milhares que tiveram que migrar do semiárido do Nordeste setentrional, cantado pelo nosso saudoso Luiz Gonzaga, Jeovani venceu. Essa é a história também do nosso homenageado”, asseverou.

Observou que Fortaleza é metrópole por ser a mãe que acolheu centenas de milhares de sertanejos que fugiram do flagelo da seca. “Não podemos combater a seca, mas podemos conviver com ela. Jeovani foi um desses sertanejos que batalhando conseguiu hoje ser um empresário de sucesso, que tem sensibilidade para o social. Esse conjunto de qualidades e virtudes o fez e o faz merecedor do reconhecimento como cidadão de Fortaleza. Parabéns! Aqui nosso reconhecimento. Que Deus o proteja cada vez mais,” concluiu.

Após receber o título de cidadão, Jeovani foi homenageado pelo sanfoneiro mirim, Cairo Oliveira, que entoou Asa Branca; pelo poeta cordelista Paulo de Tarso; pelo compositor Jonas Alves e o cantor Estrela do Norte que declamou a letra da música ‘Amigo de Verdade’.

Em seus agradecimentos, o empresário Jeovani saudou os presentes e disse ser uma grande alegria ser homenageado pela Casa Legislativa. “Essa é uma festa, um dia de muita alegria para mim. Quero agradecer o vereador Salmito, por essa homenagem e pelo reconhecimento e digo aquela frase que sempre repito: obrigado meu Deus!”. No final, foi apresentado um vídeo em homenagem ao empresário agora cidadão honorário de Fortaleza.

Perfil

Nascido em 1968 no município de Piquet Carneiro, sendo o caçula de 6 irmãos. Jeovani Costa Aires teve sua origem em família e batalhadora. Aos 12 anos para ajudar no sustento da família começou a vender seriguela e depois carne de carneiro que ele mesmo tratava. Alguns anos depois foi trabalhar na casa de peças do atual prefeito de Piquet Carneiro, Expedito José do Nascimento, com quem aprendeu muito sobre o comércio.

Mas no seu município havia poucas oportunidades de crescimento e estudo. Então os pais pediram para Jeovani acompanhar o irmão mais velho, Mariano Neto, e veio para Fortaleza a fim de estudar e conseguir novas oportunidades de emprego. Os 3 primeiros anos foram difíceis. Estudava e cozinhava para irmão, com a “veia” para o comércio sempre presente, também vendia bijuterias na Praça do Ferreira. Até que apareceu uma oportunidade na loja de peças Dismil, onde aprendeu mais ainda sobre o comércio. Chegou a tentar um concurso para a antiga SUCAM. mas por acaso do destino não foi bem na prova de matemática e desistiu.

Com o dom para os negócios conseguiu enxergar a oportunidade de abrir uma loja de ferragens no bairro Bonsucesso nessa época tão desprovida de comércio, em paralelo o irmão Tadeu seria desligado da agência do Bradesco de Tauá e viria trabalhar em Fortaleza. Chamou o irmão, com ele investiu em algumas ferragens e abriu o Depósito Tadeu Costa, na garagem da casa dos pais, no bairro do Bonsucesso. Como bom comerciante que é, Jeovani sempre presou pelo bom atendimento e partia da premissa de que tudo o que o cliente procurar ele teria, se não de imediato ele iria até a Distribuidora de Ferragens do Sr. Vinícius e traria a mercadoria para bem atender o seu cliente. Em pouco tempo a garagem dos pais ficou “pequena” para a loja dos irmãos Jeovani e Tadeu. Então com a ajuda da mãe. Dona Perpetua, compraram uma casa na antiga Perimetral.

Com muito trabalho foram feitas as reformas necessárias e logo precisaram adquirir mais umas 3 casas vizinhas. Tudo ia muito bem, mas os irmãos decidiram que cada um deveria seguir seu caminho, em 1996 nasceu a JC Aires, na Rua Vital Brasil, n° 619. Jeovani era especialista em ferragens, mas logo os clientes insistiram que também fossem comercializados acessórios para móveis, Jeovani prontamente atendeu.

Em 2002 novamente o espaço ficou pequeno e a oportunidade de adquirir um galpão na Rua Verbena, n’1 600 (antiga Perimetral) surgiu. Com ele a aluai Madeireira Geovane foi fundada. O espaço que antes era pequeno, agora seria muito grande para o seu estoque. Mas a fé em Deus e a coragem para trabalhar era grande. Nessa época já havia uma grande parceria com o amigo da e irmão João Batista Monteiro Lima, um dos seus maiores incentivadores, que dedicou grande parte da sua vida ao projeto Madeireira Geovane.

Já em 2009 uma nova oportunidade surgiu, com as empresas de modulados do sul do país se instalando em Fortaleza, Jeovani precisou ajudar aos marceneiros, seus fiéis clientes e amigos, a serem competitivos. Então ele montou uma indústria de beneficiamento, onde produz kit em MDF, com maquinário de ponta e tecnologia inovadora, conseguiu agregar rapidez e qualidade aos pequenos e torná-los competitivos no mercado de móveis.

Hoje com duas lojas e uma indústria no Bairro Bonsucesso, seu bairro de coração e onde conseguiu realizar seus sonhos de empreendedor, uma estrutura de 25.000 itens em estoque, rotativos, e uma frota entregando em toda a Fortaleza e região metropolitana, Jeovani poderia ser um homem realizado, isso se seu lado humano tão empreendedor quanto o lado comerciante não enxergasse a necessidade de formar jovens em uma profissão digna. Por que não formar montadores de móveis e projetistas? Mais um capítulo da história seria escrito e nasceria o Instituto Caba Bom, um instituto sem fins lucrativos que ministraaulas de desenho em 3D e montadores de móveis, mais uma parceria de sucesso com os projetistas e marceneiros clientes da Madeireira Geovane. Além disso tira as crianças das ruas com aulas de Karatê, Capoeira e Balé e a terceira idade com aulas de artesanato.

Com um perfil inovador e pioneiro, na busca incessante por melhorias para seus clientes, trouxe para o mercado vários produtos, como compensados, MDF, e por fim a Madeira Plástica, 100% reciclado. Sempre participando de feiras e congressos a nível nacional, buscava conhecimento e inovação, no entanto achava que devia trazer mais para seus amigos marceneiros. A experiência e a vivência a ser compartilhada só seria possível com uma grande feira. Em 2012 lançou o projeto Feira & Festa, uma feira voltada para o setor em parceria com os fornecedores que esse ano terá sua 3a edição, com a proposta de reunir em um só espaço conhecimento e tecnologias inovadoras. Para não fugir do jeito Jeovani de ser, uma grande festa encerra a feira e a confraternização entre os clientes, parceiros e equipes.

Ao longo da sua caminhada teve 4 filhas, casou-se com Girgliane e muitas graças a agradecer: um homem de fé, sempre confiando e acreditando em Deus. Uma base familiar marcada pelo exemplo de seu pai Francisco Aires de Sousa, pela força e coragem de sua saudosa mãe Maria Perpetua Costa Aires. Com muito respeito ao próximo e formando grandes parcerias, sua equipe, a família Madeireira Geovane, seus clientes e fornecedores. Jeovani se diz um homem realizado, mas ainda com grandes sonhos a realizar.

Fonte: http://cmfor.ce.gov.br/camara-outorga-o-titulo-de-cidadao-de-fortaleza-ao-empresario-jeovani-costa-aires/


2018-03-11-PHOTO-00002602


Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"