quinta-feira, 4 de maio de 2017

O INFERNO CHIKUNGUNYA EM PIQUET CARNEIRO

IMG_6619No mês de abril tivemos em Piquet Carneiro, principalmente na sede do Município, uma epidemia de chikungunya. No hospital foi montado uma verdadeira força tarefa para segurar o número de atendimentos. Os postos de Saúde também foram usados para desafogar a situação do HPP.

Um profissional da saúde afirmou que em alguns plantões os atendimentos chegaram a 170 pessoas. Foram notificados até o dia 23 de abril 73 casos de dengue e 169 casos de chikungunya. Sendo que 152 casos só no mês de abril. Além das viroses que surgem com frequência nesse período do ano. Esses números oficiais devem estar longe da realidade, porque muita gente optou por não ir ao hospital e seguiram a cartilha do tratamento por conta própria, uma doença que não tem cura e o máximo que se pode fazer é tomar analgésicos, repousar e beber bastante liquido.

Um cabeleireiro comentou que usa repelente o tempo todo. A preocupação maior do autônomo é ficar sem trabalhar, "se deixar de trabalhar perco dinheiro" sem ninguém pra substitui-lo essa é a única opção. Essa tem sido uma das preocupações, em quanto tempo é possível voltar ao trabalho? As dores da chinkunya em alguns casos podem durar 3 anos, mas em grande parcela duram 6 meses.

já na última semana de abril os número de casos caíram bastante. A Secretária Valéria disse em sessão da câmara no dia 27 que há uma contenção da transmissão, mas ainda podem acontecer mais casos. A Saúde tem usado de vários artifícios para combater o Aedes, além da conscientização, o uso de fumacê para conter o mosquito, e visitas domiciliares constantes de Agentes de Endemias. Já foram comprados 300 litros de veneno que estão sendo usados tanto na sede como nos distritos.

Por uma natureza típica do Aedes Aegypti a Zona Rural permaneceu praticamente imune as doenças. Os casos fora da zona urbana geralmente são contraídos em transito por locais movimentados.

Por Denison Vieira 

FotoFoto542188_3024443745091_523976177_n

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"