quinta-feira, 6 de novembro de 2014

UMA VISÃO, EM TOM DE RETROSPECTIVA, DAS VISITAS PASTORAIS REALIZADAS EM PIQUET CARNEIRO

A primeira realização de uma Visita Pastoral em nossa terra aconteceu no mês de novembro de 1935, quando Piquet Carneiro ainda fazia parte da Paróquia de Nossa Senhora  das Dores, em Senador Pompeu,  e era conhecido,  como vilarejo, pela sua toponímia primitiva:  Jirau.

De acordo com a Ata redigida naquela época, Dom Manuel da Silva Gomes,  então arcebispo metropolitano de Fortaleza, deslocando-se de Senador Pompeu, chegara, de trem,  a Piquet Carneiro , na tarde de uma quinta-feira, dia 21 de novembro de 1935, e pelos de nossa comunidade eclesial  fora acolhido religiosa, festiva e jubilosamente falando.

A sobredita Ata, redigida pelo Pe.  José Mourão Pinheiro, secretário da Visita, oferece-nos  ricas informações. Leia-se: “ À tarde do dia 21, quinta-feira, seguimos de trem, para a Capela do Girao (sic!), onde fomos recebidos pelas crianças da escola isolada e da população. Depois de entoado um cântico pelas crianças à porta da casa de hospedagem, abençoamos  a todos e lhes demos o anel a beijar. No mesmo dia, às 19h, pregamos, o que fizemos ainda duas vezes na sexta-feira e na manhã de sábado ao Evangelho da Missa. Crismamos nas horas de costume, sendo confirmadas 808 pessoas. À tarde de sexta-feira, assistimos, em frente a capela, uma bela festa organizada pela Professora da escola isolada de Girao (sic!), dona Tetê Veras, fazendo suas alunas, além do discurso que nos dirigiu, belo exercícios de ginásticas sueca e entoando harmoniosos cânticos. Partimos na tarde de sábado, 23 de novembro, no trem, para a capela de Miguel Calmon, seguindo o Pe. Assis Monteiro para Afonso Pena. (...) Em Miguel Calmon, onde chegamos ao anoitecer, fomos recebidos festivamente pelas crianças da escola, as quais entoaram um hino à porta da residência do senhor Philemon Magalhães, na qual nos hospedamos. Às crianças e à multidão que nos cercava, abençoamos e demos o anel a beijar. Na mesma noite pregamos, o que ainda fizemos duas vezes no dia seguinte. Domingo, 24 de novembro, crismamos duas vezes, sendo confirmadas 509 pessoas.”.

VISITA PASTORAL DE 1944
    Em  30 de junho  de 1944, quatro anos antes da criação da Paróquia,  a comunidade católica de Piquet Carneiro acolheu dom Antônio de Almeida Lustosa, arcebispo de Fortaleza, em clima de Visita Pastoral.

VISITA PASTORAL DE 1949
    Acompanhado dos padres Frei Misocles, OC,  e Francisco Landim, dom Antônio Lustosa retorna a Piquet Carneiro para mais um ciclo de Visita Pastoral.  Foram recepcionados brilhantemente pelo vigário , Pe. Antônio Freire, e população.

VISITA PASTORAL DE 1954
    Desta feita, o bispo que vem a Piquet Carneiro, acompanhado dos padres João Rocha,  jesuíta,   Eduardo Filaho e José Hélio Ramos, é DOM EXPEDITO DE OLIVEIRA, auxiliar de Sua Excia. Revma. Dom Antônio de Almeida Lustosa, metropolita de Fortaleza.

VISITA PASTORAL DE 1959
    Em 24 de setembro de 1959, sendo vigário de Piquet Carneiro o Pe. Francisco Alves Teixeira, este, coadjuvado por seus colaboradores,   expressa votos de  boas vindas a Dom Raimundo de Castro e Silva, auxiliar de Dom Lustosa.  Fazem parte do séquito episcopal os reverendo padres João Salmito Neto  (secretário), Frei Virgílio Maria, religioso capuchinho,  e José Pereira de Oliveira (vigário de Mombaça).

VISITA PASTORAL DE 1964
    No dia 30 de junho de 1964, Dom José Mauro Ramalho de Alarcon e Santiago, primeiro bispo diocesano de Iguatu, desembarca em Piquet Carneiro , a fim de aqui realizar a sua VISITA PASTORAL de nº 1. Teixeira é o vigário.
Tratou-se de uma longa, intensíssima Visita, esta ,realizada por Dom Mauro, pois iniciou-se no dia 30 de junho e concluiu-se no dia 7 de julho.

VISITA PASTORAL DE 1969
    Pela 2ª vez, Dom Mauro visita pastoralmente a Paróquia de Piquet Carneiro.  Durou de 21 a 28 de outubro. Eis o séquito episcopal:  Monsenhor. Antônio Alves de Oliveira,  Pe. Francisco das Chagas e irmã Antônia Tereza.
O vigário local, na ocasião, é o Pe. Agostinho Paulino de Melo.

VISITA PASTORAL DE 1974
    Prolongou-se esta Visita Pastoral – a terceira feita por Dom Mauro – de 4 a 10 de novembro de 1974.
    Acompanharam o PASTOR DIOCESANO a Piquet Carneiro: Mons. Alves, Pe. Chagas, Pe. Marcelo, Zé Vicente, e as religiosas: irmãs Tereza e Lúcia.

VISITA PASTORAL  DE 1978
    Dom Mauro vem a Piquet Carneiro acompanhado deste séquito:  Monsenho .Alves (secretário ad hoc), Pe. Afonso Queiroga da Silva, Pe. Brandão, redentorista, Pe. José Doth de Olveira ( vigário de Mombaça), Pe. José Joaci (vigário de Senador Pompeu), e irmãs Antônia Tereza e Assunção (responsáveis , na ocasião, por administrar nossa paróquia, pois sem vigário residente).
Transcorreu esta Visita Pastoral de 19 a 26 de junho de 1978.

VISITA PASTORAL DE 1984
    De 10 a 18 de agosto de 1984, sendo vigário de Piquet Carneiro, o Pe. Policarpo Ribeiro de Menezes, beneditino,aconteceu, in loco,  mais um período de Visita Pastoral.
Dom Mauro, bispo de Iguatu, fez-se acompanhar do Mons.  Antônio Alves de Oliveira  (secretário da Visita), do seminarista Sebastião Sá e ainda do Pe. Inácio Biesdorf.

VISITA PASTOAL DE 1990
    Sendo vigário de Piquet Carneiro o Pe. Paulo da Silva Cavalcante, beneditino, Dom Mauro e equipe são recepcionados por nossa comunidade eclesial para uma “nova” Visita Pastoral. Esta se prolongou de 16 a 23 de setembro de 1990.

VISITA PASTORAL DE 1997
Em abril de 1997, Dom Mauro realiza aquela que  seria sua derradeira Visita Pastoral a Piquet Carneiro. O administrador , na ocasião, é o Pe. José Leirton Alencar Souza.
Obs.: Em 26 de julho de 2000, Dom José Doth de Oliveira, até então bispo coadjutor de Iguatu, assume o comando da Diocese, pela sucessão de Dom José Mauro.

No curso de seu pastoral governo, que durou de 2000 a 2009, Dom José veio, é bem verdade, algumas vezes a Piquet Carneiro; todavia,  não se tratavam de VISITAS PASTORAIS, ao menos no sentido amplo do termo:  tratava-se, apenas,  da presença do bispo diocesano,  para outros fins, como, a exemplo,  presidir ao encerrar-se da  Festa do SC de Jesus, padroeiro local.

(TEXTO: PROF.  OSMAR LUCENA FILHO  - DA PASCOM DE PIQUET CARNEIRO)
FONTE: LIVRO DE  PESQUISATOMBO DA PARÓQUIA LOCAL (TOMO 1 – 1948-2006); BOLETIM DA DIOCESE DE IGUATU (1970-2000)
  NAS FOTOS: DOM EXPEDITO EDUARDO DE OLIVEIRA, DOM ANTÔNIO LUSTOSA, DOM JOSÉ MAURO E DOM MANUEL DA SILVA GOMES.

image

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"