quinta-feira, 3 de julho de 2014

PARA QUE TODAS CRIANÇAS TENHAM VIDA EM ABUNDÂNCIA

22062014 - 0963A missa começou às 8 da manhã do dia 22 de junho, na Catedral de São José - Iguatu, com a temática voltada para os 25 anos da Pastoral da Criança na diocese. Pouco depois das nove começou a caminhada pelas ruas de Iguatu, com a ajuda do trio elétrico da Zenir Móveis, que animava os participantes.  A imagem era diferente do cotidiano da cidade, a multidão era feita de uns 90% de mulheres,  um reflexo do trabalho voluntário da Pastoral da Criança feito na sua maioria pelo sexo feminino. A caminhada chegou ao seu destino.

O título da matéria é o versículo da Bíblia João 10-10, que sintetiza o trabalho da Pastoral da Criança em um de seus vários cartazes espalhados pelo ambiente do Diocesano,  que nada mais é, que o centro católico da diocese, com restaurante, hotel e um templo requintado, devidamente climatizado, onde foi realizado o segundo momento do dia. Nos cartazes também está  a presença de Zilda Arns,  fundadora da Pastoral. Zilda morreu durante o terremoto no Haiti dentro de uma igreja, hoje é considera um mártir na organização, por ter morrido em missão.

22062014 - 1011No templo, formou-se a mesa com os bispos Dom João e Dom Mauro, atual e emérito, além de coordenadoras da Pastoral da Criança. Foi convidada para fazer parte da mesa, dona Terezinha, moradora de Ibicuã, é a líder mais idosa da diocese, com 78 anos disse “pra mim, que sou idosa, não me canso de trabalhar”. Terezinha fez parte da comitiva de 12 líderes que vieram da paróquia de Piquet Carneiro, sendo que a cidade tem um total de 24 voluntários, que acompanham cerca de 250 famílias.

22062014 - 1018Padre Anastácio fez uma pequena palestra, ao estilo motivacional para os/as líderes. Todos voluntários da Pastoral da Criança recebem essa nomenclatura “líder”, por acompanharem as gestantes e crianças de 0 a 6 anos. “Mesmo com todos programas sociais… mesmo com 22 milhões tendo saído da linha da pobreza nos últimos anos, ainda temos no Brasil de 16 a 18 milhões de pessoas na extrema pobreza, ainda ha muito o que fazer… em nossa diocese, 26 paróquias, são 139.731 pessoas… não tem vida humana, dignidade” disse o padre.

Anastácio faz uma autocrítica igreja, sempre tocando na questão de uma igreja mais próxima dos menos favorecidos. É perceptível também um entusiasmo com Papa Francisco, que vem tocando em assuntos polêmicos, e faz questão de se abster de certos luxos, que são comuns ao papado. 

Para encerrar Zé Vicente, cantor conhecido no meio Pastoral tocou suas músicas mais clássicas, como “Juventude Missionária”, Canta, Canta meninada” e “Povo Novo”. Em momento patriótico a bandeira do Brasil foi levantada, enquanto se cantava o hino nacional. “Não devemos fazer isso só em época de copa” afirmou Zé. Um bolo de aproximadamente um metro de largura foi partilhado com todos.22062014 - 103822062014 - 1063

Texto Denison Vieira 

Fotos de Denison e Ana Maria

MAIS FOTOS AQUI

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"