domingo, 27 de abril de 2014

A CAMPANHA DE UM PROFESSOR DE PIQUET CARNEIRO CONTRA DILMA

Em minhas conversas por aí, é muito difícil não me esbarrar todo tempo com acirramento político, gosto do debate, e acabo atraindo esse tipo de história. Um professor que prefiro não falar o nome, tem sido um ferrenho crítico ao Governo da Presidente Dilma. Até aí nada de mais. Mas tem um problema no tipo de argumento que é usado para fazer a crítica. A velha falácia de que ao invés de gastar dinheiro público em estádios, se deveria gastar em saúde ou educação. Essa afirmação é um serviço a desinformação, tenho minhas ressalvas em como as coisas foram feitas para a efetivação do Mundial, mas é fato que a Copa do Mundo vai trazer retorno financeiro. Vamos fazer uma um breve cálculo dos 28 bilhões que foram gastos:

R$ 8,9 bilhões estão sendo gastos em obras de mobilidade urbana, como a construção de BRT’s, metrôs e melhorias no transporte público;

R$ 8,4 bilhões em aeroportos.

R$ 1,9 bilhão em segurança.

R$ 7,5 bilhões serão gastos em estádios;

R$ 1,3 será investido em desenvolvimento turístico, portos, telecomunicações e etc.

Ou seja, dos R$ 28 bilhões gastos/investidos com a Copa, a maior parte será utilizado em obras que serão de grande utilidade para a população.

Do total, R$ 5,6 bi são de investimentos privados, o que reduziria a utilização de recursos públicos, a título de financiamento ou gasto, para cerca de R$ 22 bilhões.

Agora vamos ao retorno: de acordo com estudos realizados por instituições como a FGV e Ernest Young, a Copa do Mundo dará um retorno financeiro que poderá variar entre R$ 142 e 183 bilhões de reais entre geração de emprego, turismo, impostos, consumo e etc. Investe 28 bi e retorna 180 bi.

Esse mesmo professor bradava, na minha época, seu ódio a Fernando Henrique e seu Governo, era um crítico fervoroso as privatizações, que é outro tema usado de maneira errada, achar que tudo tem de ser Estatal é burrice, em certas áreas o governo não tem como agir, o problema nas privatizações de FHC é que além de vender barato, não se sabe ao certo o que foi feito com esse dinheiro. Dilma tem sistematicamente feito concessões, tanto de estradas, como de aeroportos. Agora você imagina se não estivesse dando conta de um empreendimento, aparece um cara e dissesse “Vamos fazer o seguinte, eu te dou tantos milhões para ter o direito de usar seu aeroporto durante 30 anos, e você fica com 49% de todo lucro”. Isso são as concessões, que nada mais são que, PRIVATIZAÇÕES, mas isso é uma coisa boa e lucrativa, pelo menos nessa área.

Enquanto isso a água jorra nas comunidades, que nunca tiveram direito a água, graças ao Programa Água para Todos, que foi todo concebido pelo Governo Federal a partir de 2011, com Dilma no poder. É claro que as ações durante a seca foram lentas, mas seja lá quem estivesse na presidência ainda seria lenta, porque a burocracia brasileira é crônica, não é desse, ou daquele Governo.

Agora tenho que concordar que precisamos investir em saúde e educação, principalmente com professores que usam de um discurso raso para convencer adolescentes que são facilmente manipulados, assim como eu fui.

Por Denison Vieira

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"