quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

13º Intereclesial em Juazeiro do Norte e o Capitalismo

As Comunidades Eclesiais de Base de todo Brasil, com participação de convidados de todos continentes estiveram dos dias 7 a 11 de janeiro em Juazeiro do Norte. A comitiva de Piquet Carneiro só participou do último dia e o Informe gerAção acompanhou o trajeto. DSC_0122

O ônibus com a comitiva de Piquet Carneiro saiu pouco depois das oito da manhã do dia 11. Dentro do ônibus o clima do evento começou a ser propagado com uma oração, distribuída pelo organizador da caravana, José Rodrigues. Todos receberam a oração com o tema do 13º Intereclesial. “JUSTIÇA E PROFECIA A SERVIÇO DA VIDA” os trechos da prece já identificam a real função dos movimentos de base e seus ideais “. São contra o capitalismo, a favor das lutas das minorias e contra o neoliberalismo, o interessante é que nas posições das CEBS não tem meio termo, são ideais bem claros e tomam partido a esquerda da política brasileira.

Trecho da oração:

Ajudai-nos a reacender sempre mais / a nossa paixão pelo Reino, / no seguimento de Jesus. / À luz da Bíblia e na mesa da Eucaristia, / na opção pelos pobres, / em diálogo ecumênico e ecológico, / na defesa dos Direitos Humanos, / sobretudo dos Povos Indígenas e Quilombolas. / No cuidado da Terra, nossa mãe. / Em família e na comunidade eclesial, / no trabalho, na política, no movimento popular, / crianças, jovens e adultos, mulheres e homens.

Denunciando a economia neoliberal / dos grandes projetos depredadores, / da seca, da cerca, do consumismo e da exclusão.

DSC_0059Pouco depois do meio dia estávamos chegando no Horto em Juazeiro do Norte, ao longe já podíamos ver a tão famosa estátua de Padre Cícero, parada obrigatória para quem visita Juazeiro. Logo de cara nos deparamos com, o que é comum aos redores da estátua, alguns pedintes, lojinhas de todo tipo, todas muito simples e a galera das fotos “Tire uma foto segurando a mão de Padre Cícero” anunciava um dos fotógrafos. As fotos também podem ser tiradas em cima de um boi, que parece de porcelana, ou para as crianças pequenos pôneis. 

Embora a estátua seja o mais famoso, é difícil passar por ali sem visitar o Casarão do Horto. Era o local dos retiros espirituais de Padre Cícero, no alto da Serra do Catolé, de onde é possível uma visão panorâmica de Juazeiro do Norte. Desde 1999 que o imóvel abriga os ambientes e as peças do Museu Vivo de Padre Cícero. Na sala das orações ainda se encontra afixado um enorme quadro do Sagrado Coração de Jesus adquirido por Padre Cícero em Roma, há mais de 100 anos. (com informações de www.juazeiro.ce.gov.br) DSC_0152

DSC_0081Depois de uns 10 minutos de viajem chegamos na Igreja Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, que fica de frente para o Memorial de Padre Cícero – um museu com todo tipo de artefato relacionado ao mesmo. Logo de entrada, um canhão mostrava que a vida do Padre não era muito pacata. Ainda era possível ver documentos, roupas e artefatos bem antigos. Uma multidão estava dentro do ambiente, a praça que separa a igreja do memorial estava fervendo de gente, o local foi o escolhido para o encontro dos delegados para o último dia atividades. 70 por cento de chapéu de palha. Vez por outra apareciam pessoas vestidas com fantasias, grupos com bandeira e índios. Ao lado da igreja, que também é o túmulo de Padre Cícero, uma equipe animava os participantes com músicas típicas das Pastorais Sociais.

O site do evento define assim o Intereclesial “O Intereclesial além de partilhar a vida, as experiências e as reflexões das CEBs, é memória viva da caminhada da Igreja, revela com mais clareza a situação de sofrimento e resistência de nossos povos e expressa a biodiversidade de nosso planeta terra.”

As 4 da tarde os participantes seguiram em caminhada, de meia hora, até a igreja Nossa Senhora das Dores, onde aconteceu a missa de encerramento. No caminho para missa final, um grupo carregando bandeiras que tinham escrito Movimento Jovem Popular, gritavam algumas palavras de ordem sempre rimando, acompanhando o cara com megafone. O grupo me pareceu uma pequena parcela dos jovens das manifestações de junho, com um certo estereótipo de classe média universitária e descabelada, bem ao estilo rebelde com causa. Uma das rimas, gritadas em coro dizia “Se a igreja se unir, o  capitalismo vai cair”.  

  DSC_0035DSC_0115  

 

 

 

 

 

 

 

DSC_0065

DSC_0083

 

 

 

 

 

 

 

MAIS FOTOS AQUI

Fotos e texto por Denison Vieira

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"