sábado, 19 de outubro de 2013

SENHOR CATRA

No dia 10 de Outubro, Roberto Cabrini apresentou reportagem com o polêmico funkeiro Mr Catra. Acontece que Catra tem quatro mulheres e 23 filhos, algo que não se vê muito por essas bandas do ocidente. Wagner é o nome real e já esquecido de um dos funkeiros mais conhecidos do Brasil, suas letras falam sobre sexo, seu estilo de vida e a convivência na favela, com títulos que já arrepiariam a nuca de qualquer conservador: "Fica De Quatro Na Cama","Paudurecencia" e "Fiel a Putaria" são só uma pequena amostra do quão polêmico Catra pode ser, mas suas letras não se resumem a isso e talvez esse outro lado do MC é que transforme ele em uma criatura tão interessante. Em uma de suas músicas, que se chama "Favela Também é Arte", o funkeiro tenta dignificar de alguma forma o ambiente em que viveu parte da vida, já que além da favela, morou um bom período na casa dos pais adotivos que eram de classe média. Segue trecho da música:

Ao Justo sou fiel e canto pro país inteiro
Lutando contra injustiça, covardia e o desespero.
Eu estou pedindo para acabar com a violência
A fome, o desemprego e qualquer tipo de carência.
Fé em Deus para todas as comunidades
E força aos irmãos que estão sem liberdade.
Já chega de massacre, o pobre não aguenta mais
Só queremos liberdade, saúde, justiça e paz.
Enquanto se come bem na casa de um bacana
O pobre agradece a Deus, quando tem pão com banana.
E a elite escuta isso e diz que é exagero
Pois não vive o dia-a-dia à beira do desespero.
Aqui na favela, doutor, se tu não sabe
A grande maioria passa por necessidade.
Só pedimos consciência pra mudar a situação
O negócio, gente boa, é paz, saúde e união.

Tá na cara que essa canção não se compara a nada escrito por Chico Buarque e afirmo que tal música nunca entraria no meu MP3, mas é ótimo saber que ele está passando valores para um público que não está nem aí para outros tipos de músicas. Em seu show Catra faz apologia as drogas e ao sexo todo tempo, mas existe uma sinceridade pouco vista por aí, além de fumar maconha assumidamente, com quatro mulheres não deve faltar o fator sexo na sua vida. Suas mulheres sabem das outras e não se importam em dividir o seu "marido", o que pra mim é uma relação muita mais honesta do que muitos outros relacionamentos que conheço, onde a faixada é de uma família feliz, mas por baixo dos panos a pu#$%¨&* rola solta. Cerca de 70% dos homens não são fieis, naturalmente por essa proporção ser tão grande, podemos afirmar que a normalidade é a traição. Mr Catra está a frente do seu tempo, soube desde o principio que não poderia ter só uma mulher e foi honesto, fez o que a maioria dos homens desejam, mas usando o racional e suprimindo seus desejos não fazem, que é comerem todas. No momento mais emocionantes do programa, Cabrini consegue 111420_mr-catra-00fazer as lágrimas decerem ao falar sobre a adoção de duas crianças que nasceram com o vírus da Aids. “Estamos criando com todo amor do mundo, assim como criamos os outros 22 filhos. Deus os colocou na minha vida. A mãe morreu e deixou os dois (uma menina, de 2 anos, e um menino, de 3). Quem iria adotá-los desse jeito? Tem que ter muito amor para isso. O amor é o remédio para tudo e esse amor cabe em mim”, disse o senhor Catra.

Por Denison F. Vieira

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"