sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Discurso de posse da vereadora Keilhiane

Fotos da reunião aqui

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

KEILHIANE ASSUME AMANHÃ CADEIRA NA CÂMARA MUNICIPAL

A suplente Keilhiane já recebeu o documento pedindo seu comparecimento para assumir cadeira no legislativo. Keilhiane assume depois da doença do vereador Haroldo Magalhães que ainda não tem condições de voltar ao trabalho. Confira o documento da convocação.
Clique para ampliar

domingo, 25 de agosto de 2013

LANÇAMENTO DO LIVRO “MASCARAS”

DSC_0123Depois de 50 minutos de moto de Piquet Carneiro até Acopiara chegamos na famosa Academia das Artes de Acopiara, no fundo do prédio algumas pessoas já estavam se preparando para o começo. Depois de um tempo de espera do lado de fora da última sala, era hora de começar, o que ninguém sabia exatamente como seria. Quando faltava uns 15 minutos para as vinte horas todos foram convidados a entrar.

Com as luzes apagadas, uma música instrumental tocando e uma vela no centro, ficou difícil enxergar, mas durante a introdução do autor Messias Pinheiro foi fácil ficar encantado com a luz do fogo, em um ambiente frio por causa do ar condicionado. Entre uma palavra e outra, pessoas recitavam os poemas de Mascaras (assim mesmo sem acento, segundo o autor ele deixou cair uma máscara no título), que nos leva a refletir sobre como nos mascaramos durante toda nossa vida por motivos diferentes. Depois de acender a luz era possível ver nitidamente os livros no centro e uma máscara do Jason (famoso personagem de terror). O autor pediu quer todos compartilhassem suas experiências “mascarados” e foi como se uma pessoa pela tivesse entrado no ambiente, de tão constrangido que todos ficaram, falar parece um dos nossos maiores medos.Um dos convidados sugeriu que se apagasse a luz, foi quando as primeiras pessoas contaram sua experiências.

Esse é o segundo livro do autor que lançou no ano passado, também em Acopiara, “Poemas, Poesias… Sentimentos”.

Messias foi indagado sobre sua obra e respondeu claramente, até mesmo contando casos próprios, onde teve que se desfazer das máscaras que a sociedade o empunha. DSC_0178Conversamos também sobre a necessidade de, por vezes, usar máscaras, mas não de uma maneira ruim “não seria egoísmo não usar nenhuma máscara?”. Esse prisma levou a todos refletiram sobre as diversas facetas desse ato de se mascarar. 

No final, como qualquer outro evento de lançamento de livro, Messias autografou e posou para fotos. Estava claro que a experiência havia acabado e todos voltamos a usar todas nossas “Máscaras“.

 

Denison F. Vieira Editor do Informe gerAção

1,5 MILHÕES PARA O HOSPITAL DE PIQUET CARNEIRO

DSCF1326[6]Em audiência publica realizada nessa quarta-feira (21), no Ministério da Saúde em Brasília, o deputado federal Danilo Fortes PMDB/CE, conseguiu liberação de 1,5 milhões para reforma e ampliação do HPP de Piquet Carneiro.

Segundo o deputado, trabalhava desde janeiro junto ao Ministério, o empecilho estava de programação no orçamento desse ano. No encontro com Alexandre Padilha, foi autorizada a liberação dos recursos extraorçamentarios, no valor de R$ 5.000.000,00 (cinco milhões) em que, Quixadá receberá 2 milhões, 1,5 milhões para Piquet Carneiro, 1 milhão para Ibiapina e Paramoti que receberá 500 mil.

Os recursos, de R$ 1,5 milhão, serão aplicados em Piquet Carneiro na reforma da urgência e emergência e enfermarias masculina, feminina e pediátrica e na construção de um consultório para urgências odontológicas e duas enfermaria no Centro de partos. 

Danilo Forte, já havia destinado 2 milhões de reais para as estradas  vicinais de Piquet Carneiro através de emenda do deputado. Provavelmente será usado para o processo de piçarramento de algumas estradas, como a que liga Ibicuã a sede e a que liga a sede até a divisa do município de Irapuan Pinheiro.

Foto de quando o deputado esteve visitando a cidade

Com informações do Revista Central

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

MENSTRUAÇÃO É PRINCIPAL DÚVIDA ENTRE ADOLESCENTES

DSC_0415Do dia 12 a 16 de agosto as escolas de Piquet Carneiro realizaram a Semana do Estudante. Não faltou palestras, gincanas, apresentações e desfiles. Acompanhei um desses momentos, na tarde do dia 15 na quinta feira, 4 profissionais foram convidadas para rodada de conversa com os alunos, tanto de manhã como de tarde, na Escola Marechal Castelo Branco. Os estudantes tiveram a oportunidade de trocar ideias com a enfermeira Patrícia Gomes, a psicóloga Jucileide Barbosa, a assistente social Rocileide Maciel e a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) Keilhiane Vieira.

Um olha para o lado e confere um musculo, como quem esta na academia. Uma adolescente recebe um bebê e continua assistindo a palestra. Enquanto outra, grávida, fica  observando ao longe como quem não quer ser julgada.  Quem também não se entrosa, mas observa tudo que acontece, são alguns que de longe parecem mais descolados. Nesse mesmo momento Keilhiane falava sobre os estatutos, contando um fato curioso sobre a aprovação do estatuto da Criança e do Adolescente. Segundo ela o presidente Collor tinha uma reunião nos EUA e queria levar algo de concreto, provavelmente com relação a questão humanitária, e aprovou as pressas a lei que já circulava a um tempo no planalto.

O momento de mais surpresa foi quando se abriu a possiblidade de fazer perguntas, que haviam sido mandadas por bilhetes, aumentando assim a confidencialidade de quem perguntou. De mais ou menos 15 perguntas, umas 10 foram relacionadas a menstruação e todas, claramente, feitas por garotas, ou seriam mulheres? Enfim, não faltou perguntas sobre o atraso da menstruação, as famosas cólicas e o humor durante o período. A enfermeira Patrícia respondeu a maioria das perguntas, foi inevitável as risadas de nervosismo e vergonha dos adolescentes, mas todos pareciam mais atentos quando o assunto era sexual. Uma das perguntas se referia ao motivo pelo qual as mulheres são mais românticas que os homens. Jucileide respondeu dizendo que é uma questão cultural e hormonal. Eu diria que é só hormonal, com a intensidade certa uma mulher fica mais macho que muito homem, ou talvez seja verdade que Homens São de Marte e as Mulheres São de Vênus ( Titulo de famoso livro que fala sobre o tema).

DSC_0412DSC_0417

 

 

 

 

 

 

Confira o desfile no encerramento da semana na Escola Azarias Fernandes:

 

Por Denison F. Vieira

sábado, 17 de agosto de 2013

CÂMARA MUNICIPAL VAI DISCUTIR LICENCIAMENTO AMBIENTAL EM AUDIÊNCIA PÚBLICA

DSC_0022No dia 16 deste mês os vereadores se reuniram mais uma vez. Desta vez quatro matérias foram apresentadas para apreciação dos vereadores, sendo 3 mandadas pelo executivo municipal e uma apresentada pela vereadora Aurora, que fez requerimento, aprovado, para duas passagens molhadas para o sítio Malvas. O vereador Chico Macambira disse que também tem perseguido junto a prefeitura a construção das passagens na Malvas. É recorrente os requerimentos de passagens molhadas na câmara, que nada mais é que um pedido formal feito pelo vereador, que geralmente já vem sendo pressionado pelas comunidades, mas o requerimento não obriga o poder executivo, muito menos destina recurso para obra.

Vamos aos 3 projetos de leis mandados pelo executivo. O primeiro tratava do licenciamento ambiental, inclusive com valores e taxas para determinados tipos de atividade; o segundo do incentivo dado aos agentes ambientais que realizam a coleta seletiva, o incentivo aumentou de 150 reais para R$ 250, mas com uma ressalva, agora para cada um real ganho com a coleta, o programa vai pagar mais um real, sendo que os agentes terão que completar pelo menos 80% da coleta para poder receber o incentivo. O motivo da mudança do método de pagamento foi devido ao comportamento de alguns agentes ambientais que não estavam cumprindo metas e recebiam a bolsa mesmo assim; a terceira mensagem se tratava da doação de terreno para o Grupo ELO no tamanho de 113 m2. O terreno fica na rua atrás da prefeitura próximo a torre da claro.DSC_0013Quando os projetos foram colocados para o debate, o vereador Bebeto questionou se não seria melhor mais debate em relação ao tema do licenciamento ambiental, alguns vereadores se pronunciaram a favor, e ficou decidido tirar a mensagem da pauta, para realização de uma audiência pública com a presença de algum representante do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (CONPAM), sendo aprovada as outras duas mensagens do executivo.

Durante a reunião os vereadores receberam a notícia de melhora do vereador Haroldo, que ainda está hospitalizado em Fortaleza. Assim como na sessão passada a reunião terminou com uma reza.

Logo depois do término da sessão entrevistamos o presidente Niclézio que falou sobre as condições do colega Haroldo, além de dizer que a câmara já está avaliando como deve ser feito a questão da suplência por causa da condição do mesmo. Segundo o assessor jurídico da Câmara Robério nas leis e no regimento interno da Câmara, depois de duas sessões com atestado médico o suplente já deve ser chamado. Então agora depende da melhora do vereador, é provável que no dia 30 de agosto a suplente Keilhiane entre para legislar. Fato curioso, e ao mesmo tempo óbvio, é que quem assume a vaga de Haroldo é o vereador Vavá e Keilhiane deve ficar na vaga do, agora Secretário, Bismarck, que deve sair da agricultura seis meses antes da eleição de 2016 para poder concorrer, seja a vereador ou prefeito.

Confira a leitura na íntegra das leis e a entrevista feita com presidente Niclézio.

 

MAIS FOTOS DA SESSÃO

Por Denison F. Vieira

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Provavelmente Haroldo Magalhães não volte ao legislativo

Esse é o tema principal das rodas de conversas pelas ruas de Piquet Carneiro, a situação do vereador Haroldo Magalhães, que ainda se encontra hospitalizado em Fortaleza. Muita especulação circulando sobre as condições de saúde do mesmo.

Nada foi confirmado pela família, mas o que dizem é que o estado do vereador é grave, e mesmo com alguma melhora é bem provável que por causa das sequelas Haroldo não volte para Câmara Municipal. Sua vaga deve ser ocupada com a próxima suplente da coligação PRA FRENTE PIQUET, Keilhiane Vieira.

Por Dênison F. Vieira

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

PESQUISA AVALIA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

imgresNo período entre os dias 29 e 31 de julho de 2013 a CÉLULA PESQUISAS E SERVIÇOS, empresa de pesquisa do Crato/CE, realizou pesquisa no município de Piquet Carneiro, para avaliar alguns aspectos políticos e administrativos do município.

Os primeiros seis meses da segunda gestão do Prefeito foram avaliados POSITIVAMENTE por 81,5% dos eleitores, com 20,2% classificando o desempenho como ÓTIMO e 61,3 como BOM. Apenas 1,5 avaliaram NEGATIVAMENTE classificando como RUIM, enquanto 14,8 classificam como regular.

A nota média alcançada nesta pesquisa pelo governo municipal foi 8,6 com 42,2% aferindo-lhe a nota máxima (10) e apenas 0,2 a nota mínima (1).

Apenas 0,8 dos entrevistados acham que Piquet Carneiro PIOROU durante esses seis meses dessa segunda gestão. Já 92,2% afirmaram que o município MELHOROU E 4,5% acreditaram que NÂO MUDOU.

A expressiva maioria dos entrevistados (82,0) acha que Expedito “continua mantendo o mesmo ritmo de trabalho”. Dos que discordam dessa opinião (9,5%).

Para 31% dos eleitores ouvidos o CALÇAMENTO DAS RUAS foi a maior realização da Administração nesses seis meses de gestão. Outra ações foram destacadas: REFORMA DE POSTOS DE SAÚDE (20,0%), REFORMA DE PRAÇA (17%).

AVALIAÇÃO DOS SETORES

No setor Saúde, a avaliação POSITIVA para 45,0%, com 3,5% considerando que está ÓTIMO e 41,8 avaliando como bom. Já a avaliação NEGATIVA foi 13,2% com 8,2% afirmando que é RUIM e 5,0% classificando como PÉSSIMO, enquanto 40,5 acham que é REGULAR.

No setor da Educação, a avaliação é POSITIVA para 82,3%, com 11,5% considerando ÓTIMO e 70,8% como BOM. Já NEGATIVA foi de 0,5% que afirmaram RUIM, enquanto 11,8% classificam o trabalho como REGULAR.

O serviço de Transporte Escolar foi considerado POSIVAMENTE por 83,8%, com 13,0% classificando como ÓTIMO e 70,8% como BOM e NEGATIVAMENTE por apenas 2,6%, sendo 1,8% de conceito RUIM e 0,8% de conceito PÉSSIMO. Para 9,8% esse serviço é apenas REGULAR.

Limpeza e Coleta de Lixo recebeu avaliação POSITIVA (69,6%), com 9,8% dos entrevistados considerando que está ÓTIMO e 59,8% avaliando como BOM. A avaliação NEGATIVA foi de 2,7% com 2,2 afirmando que é RUIM e 0,5% classificando como PÉSSIMO. Aqui 7,0% consideram apenas como REGULAR.

Construção e recuperação das Estradas: 4,8% ÓTIMO; 56,2% BOM; 6,0 NEGATIVA

Patrimônio Publico: 8,2% ÓTIMO; 61,8% BOM; 13,5% REGULAR e 1,0% PÉSSIMO.

Agricultura: 7,8% ÓTIMO; 66,8 BOM; 15,5 REGULAR e 1,0% PÉSSIMO

Segundo 32,2% dos entrevistados a Secretaria de AGRICULTURA FAMILIAR tem sido até agora a que mais tem trabalhado nessa segunda gestão do Prefeito Expedito. Em seguida aparecem: EDUCAÇÃO (17,5%), SAÚDE (7,5%), TODAS (3,5%) e OBRAS (1,0).

Plano de Ações Articuladas

O Ministério da Educação estendeu o prazo para que os municípios concluam a atualização do PAR, o Plano de Ações Articuladas. Por isso, o sistema permanecerá disponível até o dia 31 de agosto/2013.

Para facilitar, o MEC disponibilizou um documento com orientações para atualização do PAR no Simec. O documento inclui também novas ações que poderão ser cadastradas pelos municípios nos respectivos Planos. Clique aqui para acessar o manual.

O PAR é uma ferramenta de gestão para o planejamento da política de educação que os municípios, os estados e o Distrito Federal elaboram para um período de quatro anos. É um importante instrumento para promover a melhoria da qualidade da educação básica pública no Brasil, porque por meio dele é possível transformar as políticas educacionais em políticas de Estado. O primeiro ciclo (2008-2011) já se encerrou. A etapa atual envolve o período de 2011 a 2014, com possibilidade de atualização para os anos de 2013 e 2014, no caso dos municípios que já tinham enviado o PAR para análise do MEC/FNDE.

Para os municípios que estão com o PAR na situação “Em elaboração” no SIMEC não há prazo previamente estabelecido. Nesse caso, o PAR poderá ser enviado para análise do MEC/FNDE conforme decisão do município.

Fonte: MEC

 

MAIS EDUCAÇÃO

Ao alcançar, no final deste mês, 49,3 mil escolas públicas com matrículas de estudantes na educação integral, a Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação publica o caderno Passo a Passo do programa Mais Educação, com orientações para as escolas de todo o país.

Na apresentação do caderno, a diretora de currículos da educação básica da SEB, Jaqueline Moll, diz que a proposta do programa “constitui-se a partir da compreensão de uma escola que baixa seus muros e encontra a cultura, a comunidade, a cidade em processos permanentes de expansão e de criação de territórios educativos”.  O documento, que será impresso e distribuído para o conjunto das escolas públicas que aderiram ao Mais Educação, traz um desenho da organização das atividade em escolas situadas no campo e na área urbana. Nas duas situações, o acompanhamento pedagógico é obrigatório.

No caso das escolas no campo, o acompanhamento pedagógico deve abranger cinco campos do conhecimento: ciências humanas, ciências e saúde, etnolinguagem, matemática, leitura e produção de textos. Além do currículo, as atividades nessas escolas também devem privilegiar itens como agroecologia, cultura, iniciação científica, memória e história das comunidades tradicionais.

Quando trata das escolas urbanas, que são maioria no programa, o caderno propõe que durante o acompanhamento pedagógico a escola oriente os estudos dos alunos e a leitura, além de escolher uma terceira atividade, que pode ser letramento, matemática, línguas estrangeiras, de uma lista de seis sugestões.

Prioridades – Ao tratar dos estudantes prioritários do programa Mais Educação, o caderno relaciona situações que devem merecer a atenção do diretor da escola, do orientador pedagógico e do conselho escolar: crianças e jovens em situação de risco e vulnerabilidade social; estudantes que congregam, lideram, incentivam e influenciam positivamente seus colegas; aqueles com defasagem escolar em relação à idade; com índices de repetência; que demonstram interesse em estar na escola por mais tempo.

Exceto nas escolas com poucas matrículas, a Secretaria de Educação Básica orienta a direção a matricular na educação integral, pelo menos, 100 estudantes, mas não estabelece um número máximo.

Ao tratar da questão dos reduzidos espaços escolares para a educação integral, problema típico na maior parte das redes públicas, o caderno Passo a Passo sugere aos educadores a construção de um mapa das possibilidades na escola – biblioteca, pátio coberto, sala de leitura; na comunidade – salão paroquial, espaço dos escoteiros, centros comunitários, praças; e de outras áreas – museu da cidade, pátio do Corpo de Bombeiros, quartel das Forças Armadas.

Outro item diz respeito ao planejamento da oferta de educação integral. Nesse ponto, o caderno indica que a primeira medida a tomar é escolher o professor comunitário da escola. Este educador será o responsável por coordenar as atividades.

Na última das 32 páginas do caderno Passo a Passo, Jaqueline Moll explica que “a escola do século 21 não pode ser mais a escola do tempo de copiar do quadro”.

Conheça o caderno Passo a Passo do programa Mais Educação.

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=18931:ministerio-publica-caderno-para-orientar-atividades-do-programa&catid=211&Itemid=86

Enviadas por Antonio Carlos

terça-feira, 6 de agosto de 2013

EXPEDITO APRESENTA PROJETO DA ENTRADA DA CIDADE

DSC_0255Hoje (06/08) aconteceu na Secretária de Agricultura audiência pública para elaboração do Plano Plurianual. O Plano Plurianual - PPA - é uma lei elaborada no primeiro ano de gestão do prefeito eleito e abrange um período de quatro anos com vigência a partir do 2º ano de gestão até o 1º ano da gestão posterior. Deve conter: DIRETRIZES que apresenta critérios de ação e decisão orientadora aos gestores públicos; OBJETIVOS que estipulam os resultados a serem alcançados; METAS expressas em números, ou seja, quantidade almejada; e PROGRAMAS que são a delimitação do conjunto de ações a serem implementadas para se atingir a meta prevista. É através do acompanhamento e avaliação do PPA, que se torna possível verificar a execução ou não dos resultados previstos neste planejamento elaborado pela gestão pública, e por meio deste acompanhamento verificar possíveis necessidades de revisão dos objetivos definidos no planejamento inicial. O PPA integra o processo orçamentário em nosso país, que é composto também pela Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO e pela Lei do Orçamento Anual – LOA.

Pessoas de vários seguimentos da cidade estiveram presentes para debater os temas em grupos, que após o debate, apresentaram em plenária as propostas para os próximos 4 anos.

Em uma das primeiras reuniões depois da cirurgia Expedito chegou a tempo de assistir as apresentações e fez o encerramento da audiência. Durante sua fala final o prefeito divulgou o projeto da entrada da cidade, segundo ele a primeira coisa que o visitante vai enxergar ao entrar na cidade é uma Maria Fumaça de 6 metros, na qual os visitantes vão passar por baixo. Expedito disse que o trem já está encomendado e vai vir de Iguatu e o dinheiro para reforma de toda parte da entrada, inclusive com direito a calçadão e ciclovia já está garantidos pelo Deputado e Secretário das Cidades Camilo Santana.

Denison F. Vieira 

DSC_0248DSC_0251DSC_0250

Mais fotos do evento aqui

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

LEGISLATIVO VOLTA AOS TRABALHOS

DSC_0183Os vereadores fizeram a primeira reunião do segundo semestre de 2013 na sexta feira dia 2. A reunião contou com a presença de todos os vereadores menos o vereador Haroldo que ainda se encontra hospitalizado. Inclusive o fato de um dos colegas está ausente por motivo de doença causou comoão entre os vereadores que fizeram questão de dizer que estãom torcendo pela volta do colega. Na última semana uma comitiva com a maioria dos vereadores foram a Foltaleza visitar Haroldo, também visitaram  o prefeito Expedito que acabou de passar por um cateterismo e está em fase de recuperação.

Em seus pronunciamentos os vereadosres voltaram a tocar no tema da seca, que embora tenha chovido nos últimos dias a situação dos açudes não é das melhores e pode haver falta d’água no final do ano. A reunião terminou com uma reza.

Confira trechos dos depoimentos dos vereadores em áudio logo abaixo.

 

Por Denison F. Vieira

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"