quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

OS PREFEITOS DE PIQUET CARNEIRO, UM A UM

1º  - LUIZ AIRES DE SOUZA (2ª PARTE)
Eleito em 3 de Outubro de 1958
Governou de 25 de Março de 1959 A 25 de Março de 1963 - Eleições Municipais de 3 De Outubro de 1958 - Luiz Aires é Eleito, pela primeira vez, Chefe do Poder Executivo - 1958 – Seca e Eleições Municipais
    O ano de 1958 foi marcado pela ocorrência de uma seca, das maiores de que há registro no rol das grandes estiagens ocorridas no Nordeste brasileiro. Desta maneira, o quadro sócioeconômico de nosso município  apresentava-se sombrio, pouco animador, dada a retirada em massa, para o norte ou para o sul, daqueles que foram “tangidos” de seu lugar,  em razão das agruras daquela seca. No entanto,  nem por isto, os piquet carneirenses deixaram arrefecer o ânimo com que se vinham preparando para,  junto às urnas,  eleger, no dia 3 de outubro,  aquele que se tornaria o primeiro prefeito da História Política local.  Concorriam ao cargo: Luiz Aires de Souza e Antônio Fernandes Franco. Apurada a eleição, Luiz Aires saiu-se vitorioso.
LUIZ AIRES DE SOUZA Consoante informação oriunda de site do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, este foi o resultado oficial daquele pleito:
eleito: Luiz Aires de Souza, pela coligação PSD/PPS, com 1233 votos; tendo, como vice, Alfredo Alves Beserra, o qual, pela mesma coligação, arrebatou 1175 votos.
A 1ª CÂMARA MUNICIPAL DE PIQUET CARNEIRO
VEREADORES ELEITOS NO DIA 3 DE OUTUBRO DE 1958 E EMPOSSADOS NO DIA 25 DE MARÇO DE 1959.
    A 1ª Câmara Municipal compôs-se destes vereadores, cujo número de votos recebidos, segue entre parênteses: José Chagas Filho (215), Raimundo Fernandes Barbosa (153), Filomeno Sobreira Dantas (130), Otacílio Leandro de Farias (147), Afonso Pinheiro da Silva (142); pelo PDS/PPS; Luís Vitoriano Costa (292) e José Isidoro de Morais (150), pela UDN.
MARÇO DE 1959: A POSSE DO SR. LUIZ AIRES DE SOUZA COMO PRIMEIRO PREFEITO DA HISTÓRIA POLÍTICA DE PIQUET CARNEIRO
     A posse dos eleitos em 3 de outubro de 1958, Luiz Aires de Souza (prefeito) e Alfredo Alves Beserra (vice) deu-se no dia 25 de março de 1959, conforme de vê do seguinte registro: “Às dezesseis horas do dia vinte e cinco de março de mil novecentos e cinquenta e nove, da Era de Cristo, no Salão da Câmara municipal, nesta cidade de Piquet Carneiro, presentes os senhores vereadores: Filomeno Sobreira Dantas (presidente), Afonso Pinheiro da Silva, Otacílio Leandro de Farias, Luiz Vitoriano Costa, José Isidoro de Moraes, José Chagas Filho, comigo, Raimundo Fernandes Barbosa, secretário da Câmara, totalizando todos os vereadores deste município. Havendo número legal, o Sr. Presidente declarou abertos os trabalhos da presente Sessão, explicando a sua finalidade. Em seguida declarou instalada a Câmara Municipal. Prosseguindo, disse que ia se proceder o ato de posse do prefeito e do vice-prefeito a serem empossados, os quais foram vivamente aplaudidos. O Sr. Presidente convidou o prefeito e vice-prefeito a prestarem o compromisso de estilo. A seguir usou da palavra o Sr. Elesbão Almeida Crespim o qual teceu elogios às pessoas a serem empossadas, dizendo confiar na futura administração. Em seguida, falou o Sr. Assis Carvalho apresentando os parabéns ao povo deste município, à Câmara que acaba de se instalar e ao prefeito e vice que acabam de se empossar. Prosseguindo, usou da palavra o Sr. Luiz Aires de Sousa prometendo fazer uma administração sadia e honesta e, por último, falou o Sr. Presidente da Câmara, Filomeno Dantas, prometendo colaborar com o prefeito. Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a Sessão, do que, para constar mandou que se lavrasse a presente ata, expedindo cópias a quem de direito. Eu, Raimundo Fernandes Barbosa, secretário, a lavrei.”
PRINCIPAIS EVENTOS DO QUADRIÊNIO: 25 DE MARÇO DE 1959 A 25 DE MARÇO DE 1963
    Ao transmitir, no dia 25 de março de 1963, ao seu sucessor, prefeito Antônio Fernandes Barbosa, as rédeas do Executivo municipal, Luiz Aires, em solene discurso, proferido no salão-mor do Círculo Operário, apresentou um balanço das obras que conseguira efetuar no decurso do quadriênio 1959 a 1963, do qual repassamos aos nossos habituais leitores estas passagens:
«Senhor Prefeito Municipal, Senhor Presidente da Câmara, Senhores Vereadores, demais componentes da mesa, Meus Senhores, Minhas Senhoras: Há quatro anos, no dia de hoje, recebi o município de Piquet Carneiro, numa fase de inércia, tudo parado, com ânsia de crescer para ser reconhecido pelo Brasil afora. Nada não possuía, a não ser esta avenida velha construída por mim, quando vereador do município de Senador Pompeu. Naquele dia, prometi ao povo da minha terra trabalhar pelo nosso progresso. Neste quadriênio, empreguei os meus esforços e fiz o que vou discriminar: na sede: luz elétrica, mercado público, matadouro, lavanderia, Ginásio Coração de Jesus, cadeia pública, instalação da linha telefônica para Mulungu; idem para Sítio Alto; idem, sítio Bomfim; idem, para Boa União; início de instalação de linha telefônica para os sítios: São Luiz, Pau d´Arco e Catingueira. Em Ibicuã: luz elétrica, telefone, escolas reunidas; em Mulungu: luz elétrica, telefone, escolas reunidas. Diante desta prestação de contas que faço para com o povo de minha terra, fico com a consciência tranqüila  de que desempenhei a missão que me foi confiada. Missão  esta que, em certos dias, se me apresentou cheia de espinhos, cheia de obstáculos, cheia de dificuldades. Entretanto, com a  ajuda de Deus, consegui vencê-las. Hoje não sou mais o prefeito desta terra. Entretanto, sou o mesmo amigo que continuarei ao lado do meu povo, na alegria e na dor. Se cometi algum erro, foi involuntário, resta tão somente pedir desculpas. Se acertei, dou graças a Deus,  porque cumpri a minha obrigação. Ao sr. Antônio Fernandes Barbosa lanço o meu veemente apelo para que trabalhe pelo engrandecimento de nossa terra. O povo deste município deposita em você uma esperança de que iremos para a frente."
    Observação: Este discurso,  proferido pelo então chefe do Executivo,  Luiz Aires, há quase 50 anos, pois feito em 25.03.1963, encontra-se transcrito no Livro de Atas da Câmara Municipal de Piquet Carneiro, mediante registro feito pelo então datilógrafo, secretário e arquivista daquela Augusta Casa Legislativa, o sr. Osmar Pereira de Lucena, meu pai.

Prof.  Osmar Filho

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"