terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Mobilização no Facebook busca ajudar cearenses atingidos pela seca


 “O sol da seca aquece nossos corações” é o lema da campanha Vida na Seca, que tem o objetivo de conseguir recursos por meio da venda de camisas para ajudar os sertanejos

A Campanha Vida na Seca surgiu a partir da mobilização de amigos reunidos em um grupo no facebook chamado VIDA. Tendo tomado a frente da iniciativa, o publicitário Rafael Studart, que plantou a semente entre amigos e familiares, conseguindo logo na primeira semana de divulgação fazer com que a campanha atingisse proporções significativas. Atualmente já são mais de 1300 pessoas que curtiram a página da mesma no facebook, para receber atualizações e contribuir com a ação que visa levar água e alimentos aos cearenses que estão sofrendo com a atual seca, já considerada a mais violenta dos últimos 30 anos.

Na última quarta feira (05-12-2012), Rafael, Célio Studart (sociólogo), Aron Rocha (fotógrafo), Lucas Onofre (fotógrafo/produtor audiovisual) e Cinésio Lima (jornalista), sairam cedo de Fortaleza rumo a Milhã, cidade com pouco mais de 13 mil habitantes, que fica a 301km da Capital. Conhecida como a Terra do Leite, por sua ampla produção de leite e cultura agropecuária, a cidade é uma das que mais sofre com a estiagem. A viagem durou aproximadamente 4 horas, e quanto mais ia adentrando o interior do Estado notava-se a brutalidade com que a seca o devastou; carcaças de boi puderam ser vistas a margem do asfalto durante todo o trajeto, além de enormes buracos cheios de rachaduras ocasionadas pelo sol, onde deveria haver água.

A coordenação da campanha buscou se afastar ao máximo da intervenção de políticos que pudessem tentar aparecer e se beneficiar da ação, de modo que não se contatou nenhuma liderança local. Os voluntários foram com a cara e a coragem, perguntando onde passavam como era a situação, se o Governo estava ajudando, como estava ajudando, o que as pessoas mais precisavam.

Chegando em Milhã, o grupo foi a uma localidade chamada Belo Monte, onde segundo alguns moradores da sede, é o local que a seca bateu com mais força. Ao chegar lá constatou-se a precariedade total: animais magros, outros mortos, nenhum sinal de plantação de legumes ou vegetação verde, tudo seco; açudes viraram buracos rachados ou poços com água praticamente impossível de se ingerir. Uma realidade extremamente chocante, de pessoas agradecidas com o que já foi feito, conformadas com as perdas, mas cheias de esperança, de que o governo lhes dê mais atenção ou mesmo que a sociedade se mobilize para ajudá-los. O que se viu foi um retrato humilhante do povo nordestino, que sofre diariamente com a falta de assistência.

Comitiva da Campanha Vida na Seca, com agricultores na Cidade de Milhã,
a 301km de Fortaleza.
Em todos os lugares onde a comitiva chegava era recepcionada com animação por meninos curiosos andando descalços com suas roupas desgastadas; por agricultores entusiasmados pelo que aqueles jovens podiam levar de esperança até ales, se era possível fazer com que a "Tia Dilma", como um deles se referiu à Presidente, tomasse conhecimento da situação de amargura que estavam passando. "Eu tinha 30 cabeça de gado, ai pra não perder totalmente vendi 20 e agora tô só com 10", declarou um dos criadores. "Se viesse uma máquina e cavasse aqui mais fundo, aqui tem água, dá pra notar, mas nós não temos como cavar. Nós precisamos disso, de alguma empresa que tenha uma máquina pra fazer esse serviço pra nós" falou outro sertanejo.

Após um dia inteiro convivendo com essa realidade é impossível voltar para a cidade grande sem sentir a diferença, o peso da responsabilidade que é uma campanha como essas. O que está sendo feito é um ato de humanidade, sem interesses políticos, nada disso. É uma necessidade urgente! Essas pessoas estão vivendo em situação de risco de vida, passando fome, se humilhando por algumas migalhas, sendo enxotadas muitas vezes. Não podemos ficar de braços cruzados vendo nossos irmãos serem queimados vivos, sem nenhuma alternativa, nem ninguém para lhes dar a mão, ajudá-los a se reerguer e superar mais essa provação da natureza.


Ajude! Compre uma camisa, faça uma doação em dinheiro, entre nessa corrente e multiplique essa ação de solidariedade! Vamos juntos fazer acontecer. Se você se comove frequentemente com as cenas de crianças famintas na África, pode acreditar, a situação no Nordeste brasileiro não é muito diferente disso.

"Uma gota no oceano pode ser insignificante; mas sem essa gota, o oceano seria menor"

Maiores informações sobre a campanha podem ser encontradas no site: www.vidacriativa.net.

Fotos: Aron Rocha e Lucas Onofre
Texto: Cinésio Lima

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"