terça-feira, 20 de novembro de 2012

ALUNOS DA ESCOLA CASTELO BRANCO SÃO PREMIADOS PELO GOVERNO DO ESTADO

Transcorreu, no pátio da Escola Castelo Branco, na manhã de quarta-feira, dia 14 de novembro corrente, a solenidade de entrega de  “notebook,s” aos alunos que se destacaram no SPAECE versão 2011.Marechal

O prêmio, concedido, ano após ano,  pelo governo estadual, é uma forma de se reconhecer o esforço do aluno em relação ao papel, que compete a este, na cooperação (interação)  do processo do ensino e da aprendizagem. Por outro lado,  serve, também,  de estímulo a que outros discentes possam  comprometer-se, mais e mais, com suas responsabilidades de estudante.

Ao todo, foram alvo da premiação seis discentes, cujos nomes seguem registrados: MARIA SANTA,  WANDERLEY LOPES, MATEUS MACIEL,  BERNARDO MOURÃO E RAIMUNDO NONATO.  

À solenidade, aberta pelo diretor, Prof. Weyne César, compareceram os membros do corpo docente da Escola Castelo, demais integrantes do Núcleo Gestor, familiares dos alunos premiados, e também uma equipe de professores encarregada de representar a CREDE 14,  nomeadamente os professores Júnior Holanda e Wilene.

No final da solenidade, as palavras de dois , dos seis alunos agraciados: Bernardo Mourão e Maria Santa, que souberam, tão bem,  traduzir  os sentimentos de júbilo de toda a assembleia ali presente.

EEEM MARECHAL HUMBERTO DE A. CASTELO BRANCO

LÍNGUA PORTUGESA E LITERATURA

PROFESSOR PAULO ROBERTO BRITO PIMENTEL

RELATÓRIO

Marechal 1"Eterno é tudo aquilo que dura uma fração de segundos, mas com tamanha intensidade que se petrifica e nenhuma força consegue destruir."
C. Drummond de Andrade

O Sarau Literário projeto de pesquisa e leitura da área de linguagens e códigos e suas tecnologias da disciplina de língua portuguesa do professor Paulo Roberto Brito Pimentel utilizado como nota parcial do 1º bimestre das turmas envolvidas de 2º e 3º anos.

O trabalho constou de pesquisa bibliográfica via sala de Multimeios, biblioteca pública e laboratório de informática com a seguinte temática: 90 anos do modernismo; 100 anos de Luis Gonzaga; 60 anos do Forró; dentro desse trabalho bibliográfico tivemos encenações, dramatizações de trechos de obras de autores do cenário local, regional e nacional – nas dramatizações utilizaram figuro composto por eles (alunos), sonoloplastia, criação de cenários.

Usaram outros recursos como mídia gravável, datashow, notebook, caixa amplificada, microfone, DVD/CD, pintura; confecção de lembrancinhas que forma entregues aos convidados; declamação de poemas e poesias de autores da literatura e criações dos próprios alunos; fizeram em algumas equipes um verdadeiro festival gastronômico – culinária de acordo com o tema trabalhado. As outras turmas de escolares foram convidadas para assistir ao espetáculo, professores e núcleo gestor da escola também participaram. Foi um show que alunos deram de interpretação, de conhecimento acerca da temática proposta. Os resultados podem conferir nas fotos dos eventos, bem como na internet no youtube do professor Osmar Filho. O trabalho foi uma preparação para o Chá Literário que acontece todo ano com o envolvimento de toda a escola, tendo, ainda, a participação de escolas convidadas buscando o intercâmbio cultural. E assim concluo nas palavras de Cecília Meireles:

“Mas a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível reinventada.”

Um comentário :

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"