sexta-feira, 7 de setembro de 2012

EM PIQUET CARNEIRO GRAVAÇÕES DE COMPRA DE VOTO PODEM CAÇAR MANDATO DE VEREADORES EM 2013

micro-gravadorTodo mundo sabe que convivemos todas as eleições com um candidato ou outro que compra votos. Seja com um carro pipa, saco de cimento, milheiro de tijolo ou com dinheiro mesmo. Existem várias maneiras de “conquistar” aquele voto sagrado. Pois bem, a diferença dessa campanha está na pressão da justiça, que cada vez mais tem ficado alerta aos casos de compra de voto. Outro fator importante é a tecnologia que está inibindo esse tipo de ação. Uma fonte que preferiu não se identificar disse já ter gravado em seu celular uma conversa de um cabo eleitoral, que comprava votos por 100 reais. Segundo o informante o cabo eleitoral estava de posse de 3000 mil reais. Perguntei se pretendia usar a gravação e a resposta foi o silêncio.

Novas gravações podem surgir. Ha quem diga também que existem mais de 300 gravadores espalhados pelo município para fazer o flagrante. Além de gravadores, eleitores usam relógios e canetas espiãs que gravam vídeos em alta resolução.

Devido a lentidão da justiça é bem provável que nada aconteça até as eleições, mas em 2013 esse tipo de caso pode vir a tona e levar a cassação de vereadores eleitos neste pleito.

Força tarefa

Os dois lados já se organizam para defender seus votos nos últimos dias de campanha, ou melhor, as últimas noites. Uma verdadeira força tarefa deve ficar de vigia para não acontecer o que acontece em toda eleição, compra desenfreada pela madrugada.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"