quinta-feira, 7 de junho de 2012

O ONTEM E O HOJE DA FESTA DO SAGRADO CORAÇÃO EM PIQUET CARNEIRO

Por Osmar Lucena Filho

Escritor e Memorialista

A Paróquia de Piquet Carneiro está celebrando, nestes dias, isto é, de 2 a 11 de junho, com uma ampla programação sócio-religiosa, o novenário do Sagrado Coração de Jesus.

À testa da coordenação das atividades, acha-se o dinâmico administrador paroquial, Pe. Bonfim Jaime de Matos.

Numa inevitável comparação com os “novenários” dos anos precedentes, a “Festa” deste ano reveste-se de um colorido especial: é que estão, em pleno andamento, os serviços de reforma e ampliação da igreja matriz. Sem dúvida, um trabalho hercúleo, este, pelo que está a exigir de soma de forças, de entusiasmo e de interação, da parte de todos os Piquet carneirenses.

jesus_maravilhoso_grandeAs raízes da devoção dos Piquet carneirenses pelo Sagrado Coração de Jesus datam de meados da década de 1920, podendo-se apontar, seguramente, o ano de 1925, como a data que marca o limiar dessa devoção.

No entanto, a notícia mais antiga que se tem deste religioso ato em nossa cidade, é-nos oferecida pela professora Enemisa Fernandes Lima, de veneranda memória, que foi, por longos anos, mais precisamente da década de 1930 até inícios dos anos 1950, secretária do Apostolado da Oração, Centro local. Leia-se: “Realizou-se neste mês, dia 18 de agosto de 1940, a Festa do Sagrado Coração de Jesus, terminando com a cerimônia da 1ª Comunhão das crianças da Escola Municipal desta povoação precedida de uma preparação feita pelo DD. Vigário, Pe. Lino Aderaldo, comparecendo grande número

de pessoas.”

Outra noticia, ainda mais substanciosa, do passado desta religiosa festividade em nossa terra, no-la dá a mesma Enemisa Fernandes, noutra “Ata” do Apostolado da Oração, datada de 30 de outubro de 1941, nestes termos: “Realizou-se este ano (1941), conforme aos anos anteriores, a nossa festinha do Sagrado Coração de Jesus, com grande concorrência de fiéis. Conseguimos levar a efeito: quermesses, leilões, dramas, em benefício dos trabalhos de nossa igreja. Terminou com a procissão, sob a direação do Vigário, Pe. Francisco Hélio Campos, comparecendo toda a população girauense. O andor saia da capela às 8 horas do dia percorrendo as principais ruas, chegando à capela às 9 horas, onde foi celebrada a missa campal, acompanhada com a banda de música e belos hinos ao Sagrado Coração de Jesus.”

Nas "asas" da crônica que nos deixou a professora Enemisa, podemos voltar ao passado,  e ver como ali as coisas aconteciam. Hoje, mediante os recursos midiáticos, tais como,  máquinas digitais e computadores, dispomos, naturalmente, de meios mais rápidos e potentes, para a divulgação, e posterior, "conservação",  das eventos comunitários, dos quais, por graça de Deus, somos os protagonistas.

E VIVA O SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS!

Um comentário :

  1. wou muito interpresante poder saber cada vez mais sobre minha paroquia!!!

    ResponderExcluir

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"