terça-feira, 1 de novembro de 2011

LIXO

O velho saber “trate as pessoas como gostaria de ser tratado” passa longe de ser uma filosofia no Brasil. Digo Brasil porque sei que existem países onde essa filosofia é seguida. Voltando a terras tupiniquins, bem sabemos que a primeira coisa a ser feita por essas bandas, na chegada dos colonizadores (ou invasores) portugueses, foi uma missa. Isso mesmo, de lá pra cá nosso povo aprendeu as leis cristãs, onde se impera a igualdade, a justiça e, consequentemente, o respeito entre as pessoas, mas em nosso meio ainda existem pessoas que tem a coragem de brandir a espada da justiça, enquanto usam o punhal do demônio para apunhalar seus próximos, fazendo-os sangrarem um rio vermelho que um dia foi esperança. Nós, povo abençoado, fazemos desse paraíso um lugar vil e não ousamos dizer que melhorou para não parecermos tolos e medíocres.

Vivemos em uma sociedade de máscaras, onde ser você mesmo e admitir errar, como qualquer outro é considerado sacrilégio. O bom mesmo é fingir que somos santos e que corrupção só existe entre políticos. É ótimo viver sonhando por um mundo melhor assistindo o Faustão. Melhor ainda é imaginar que colocando uma foto de protesto no facebook estamos ajudando. Os jornais vivem nos dando más notícias, para logo depois sermos acalmados pela próxima novela, em um jogo macabro de anestesiamento da população.

Esse não é o fim, ha quem acredite como eu, que isso tudo é um processo para alcançarmos a verdadeira excelência. Para assim como a reciclagem viremos algo útil, sem vergonha de dizer que um dia fomos lixo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"