sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Demolição da velha sacristia da Igreja Matriz

Ao cair da tarde desta quarta-feira, 26 de outubro de 2011, os traseuntes, que passavam pela Rua Cícero Alencar, puderam assistir à demolição da velha sacristia de nossa igreja matriz paroquial: uma construção datada de fins da década de 1940, obra provavelmente levada a cabo aí por volta de 1949/1950, mediante trabalho coordenado pelo primeiro vigário de Piquet Carneiro, Pe. Antônio Pinheiro Freire.

P1020339No Livro do Tombo, infelizmente, o Pe. Freire não faz referência à época em que foi edificada a mencionada sacristia; mas, por informação que colhi de dois operários, que tomaram parte na construção da obra, os senhores Paulo Gomes Ferreira (Pepé - In memoriam) e Luiz Gonzaga Nascimento (Gonzaga), é sabido que, no ano de 1951, a matriz de Piquet Carneiro já se apresentava como a observamos hoje, à exceção da torre, feita somente em 1956, já sob o paroquiato do Pe. Alberto Oliveira, o 2º vigário.

Em meus arquivos, conservo uma fotografia, registrada em fins de 1951, que vem, a propósito, confirmar, o depoimentos do dois cidadãos acima elencados.
Assim, pode-se afirmar, com total segurança, que, há 60 anos, "nossa" sacristia já se apresentava na forma como, até hoje à tarde, era, ainda possível, vislumbrá-la.

Como é do conhecimento de todos, a igreja matriz de Piquet Carneiro será ampliada.
A demolição da sacristia torna-se parte integrante dessa reforma, a fim de que a nave central possa avançar significativos metros, gerando, obviamente, mais espaço, o que trará, por conseguinte, mais comodidade à acolhida dos fiéis.

Um trabalho hercúleo, sem dúvida será este, que, de todos, está a exigir pronta adesão e colaboração material e/ou finaceira.

Este, pois, o apelo do atual vigário, Pe. Bonfim Jaime de Matos: que todos possam colaborar com o andamento da obra.

(Colaborou: Osmar Lucena Filho, da PASCOM)

Para mais vídeos do Osmar clique aqui

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"