domingo, 28 de agosto de 2011

Estação de Acopiara (antiga Lajes e Afonso Pena)

A estação de Acopiara em 1957. Foto da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros de 1959

A linha-tronco, ou linha Sul, da Rede de Viação Cearense surgiu com a linha da Estrada de Ferro de Baturité, aberta em seu primeiro trecho em 1872 a partir de Fortaleza e prolongada nos anos seguintes. Quando a ferrovia estava na atual Acopiara, em 1909, a linha foi juntada com aE. F. de Sobral para se criar a Rede de Viação Cearense, imediatamente arrendada à South American Railway. Em 1915, a RVC passa à administração federal. A linha chega ao seu ponto máximo em 1926, atingindo a cidade do Crato, no sul do Ceará. Em 1957 passa a ser uma das subsidiárias formadoras da RFFSA e em 1975 é absorvida operacionalmente por esta. Em 1996 é arrendada juntamente com a malha ferroviária do Nordeste à Cia. Ferroviária do Nordeste (RFN). Trens de passageiros percorreram a linha Sul supostamente até os anos 1980.

O trem cargueiro da CFN chega ao pátio de Acopiara, em 2002. Foto João Carlos Reis Pinto

A ESTAÇÃO: A estação de Lajes foi inaugurada em 1910 no povoado do mesmo nome, que passou a crescer exatamente por causa da implantação da estação ferroviária. Nos anos 1920, o então já distrito e a estação passaram a se chamar Afonso Pena (em 1922 já tinha esse nome) e, em 30/12/1943, finalmente Acopiara.

No dia 16 de janeiro de 1909, o jornal O Estado de S. Paulo publicava a notícia de que "acha-se concluído no prolongamento da E. F. Baturité o trecho da linha de 27 quilômetros e 200 metros entre as estações de Miguel Calmon e Affonso Penna. A inauguração desse trecho depende apenas de acordo entre o Governo e os arrendatários da mesma estrada". Pelo visto, demorou um ano e meio para chegarem a esse acordo. Mas nota-se que, ao contrário do que é dito em outra fonte Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, 1959), a estação já se chamava Afonso Pena e não Lajes. Qual será o certo, ou qual será a explicação para a diferença?

A estação em 28/3/2008. Foto Clódio Pereira de Almeida

A estação está abandonada desde março de 2008. (Fontes: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. XVI, IBGE, 1959; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Revista Ilustração Brasileira, "2145 Quilômetros pelo Nordeste Brasileiro", 1922; João Carlos Reis Pinto, 2002; Clódio Pereira de Almeida, 2008; O Estado de S. Paulo, 16/1/1909)

 

Fonte:http://cearanobre.blogspot.com

Crédito: Ralph Mennucci Giesbrecht

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"