terça-feira, 26 de julho de 2011

UM "NOVO" CRUZEIRO EM LEMBRANÇA DAS VÍTIMAS DE ACIDENTE EM PIQUET CARNEIRO

Assim como aconteceu em 17 de dezembro de 1952, quando, um ano após o grande acidente ferroviário ocorrido em Piquet Carneiro, o vigário daquela época, Pe. Antônio Freire, tomou a iniciativa de erguer um Cruzeiro em memória das vítimas do mencionado sinistro, eis que, agora, em 24 de julho de 2011, o atual vigário de Piquet Carneiro, Pe. Jaime, também ele resolve benzer um  "novo" Cruzeiro, posto, desta vez,  não mais  às margens de uma estrada de ferro, mas no beiral de uma estrada asfaltada, cujos 18 quilômetros  de extensão se transformaram, nos últimos 20 anos, em palco de muitas mortes.

A cerimônia foi precedida de uma grande procissão, em que os fiéis, formando expressiva multidão,   portaram uma pesada cruz, na qual, logo-logo, serão afixados os nomes das vítimas.

A intenção que está "por trás"  desse religioso ato,  vai, na verdade,  muito além de uma singela recordação de quantos ali -  ou noutras estradas de nosso município -  tiveram sua vida ceifada de forma violenta.

Sendo assim, o "novo" Cruzeiro quer ser,  antes de mais, um convite à oração e à penitência, ao mesmo tempo em que se torna um apelo, em forma de grito,   a que sejamos mais responsáveis uns pelos outros em meio ao trânsito.

Além do Pe. Jaime,  também participou do momento da bênção o Pe. Anastácio Oliveira, nosso conterrâneo, que fez oportuna reflexão sobre o "valor da vida humana", e a responsabilidade de todos no zelar  este precioso "dom" que vem de Deus.

Por Osmar Lucena Filho, da PASCOM de Piquet Carneiro

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"