quarta-feira, 9 de março de 2011

Abertura do Ano Jubilar da Diocese de Iguatu

    Iguatu, domingo, 6 de fevereiro de 2011: uma data que já entrou para a cronologia dos grandes eventos eclesiais de nossa região.
      Ao cair da tarde daquele dia,  Dom  Frei João José da Costa, O.Carm., nosso Pastor diocesano, presidia o solene Pontifical, marco do limiar das comemorações referentes às cinco décadas de História da Igreja Particular de Iguatu.
    Todas as paróquias mandaram suas comitivas, de forma que a unidade dos fiéis, reunidos em torno do Altar, sob o liderança  do Bispo, pastor de almas, bem lembrava a vontade de nosso Senhor, expressa na súplica: QUE TODOS SEJA UM!
    A expressão corrente entre os fiéis  era a de que a solenidade  supra referida se havia constituído numa “linda missa”. Fato é, convém lembrar,  que não existe MISSA que não possa receber o qualificativo  de LINDA, pois toda ela, sendo a macro expressão da Fé de um povo, a  maior das orações, porque renovação  do memorial da Última Ceia, só pode ser, de fato,  LINDA.  Assim, cremos que o adjetivo, neste caso, se refere ao brilho emprestado à ação litúrgica: paramentos dos sacerdotes, altar-palanque, atuação do coral, a acolhida e proclamação da Palavra,  etc.
    A História da Diocese a que pertencemos começa, oficialmente, com a emissão da Bula Pontifícia  IN APOSTOLICIS , com que o Papa João XXIII, então reinante, define os limites territoriais da nova Igreja Particular de Iguatu,  nomeando-lhe as comunidades paroquiais de que esta será formada. Este documento, demasiado solene e longo, veio à luz no dia 28 de janeiro de 1961, e foi publicado no L´Osservatore Romano (Órgão Oficial da Santa Sé) no dia 25 de março seguinte.
     Vale a pena conferir alguns trechos da Bula In Apostolicis,  que é a CERTIDÃO DE NASCIMENTO de nossa Diocese.  Recordo ao leitor que o texto original está redigido em Latim, a língua oficial da Igreja. Aqui, no entanto,  apresento a tradução dos  mesmos,   como se acham publicados nas monografias preparadas pelo Mons. Francisco de Assis Couto ( + 1979), 1º Vigário Geral de Iguatu, e um dos baluartes na luta pela criação da Diocese de Iguatu.
    Assim se inicia o Documento Papal: “João Servo, Servo dos Servos de Deus, Ad Perpetuam Memoriam.
    Entre as atribuições de apostólicas de nosso múnus, encontra-se a de providenciar a criação de assembléias cristãs e de determinar os limites das Igrejas,como julgamos melhor, tendo, em vista, a mas conveniente difusão da semente evangélica e o melhor rendimento dos frutos da suprema caridade.  (...) com Nosso Poder Apostólico, Decretamos e Ordenamos o seguinte: Da Arquidiocese de Fortaleza, desmembramos os territórios dos Municípios, que, vulgarmente, se chamam: Milhã, Mombaça, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Senador Pompeu, Solonópole. Igualmente, desmembramos da Diocese de Crato, os territórios dos Municípios, que se chamam: Acopiara, Arneiroz, Aiuaba, Cariús, Catarina, Cedro, Cococi, Icó, Iguatu, Jucás, Orós, Parambu, Saboeiro, Tauá. E de todos estes Municipios, conforme se limitam, atualmente, pela lei civil, fundamos a Nova Diocese, que se chamará “De Iguatu” ou “Iguatuvina”, circunscrita aos mesmos limites dos Municípios, de que consta. (...) Dado em Roma, no dia 28 de janeiro do Ano do Senhor de 1961, Terceiro do Nosso Pontificado, do feliz transcurso.”
(Cf.  http://diocesedeiguatu.org.br/  - acessado em 23.02.2011).
    O Programa, em face do Jubileu , contempla  diversas atividades: missas, congressos, palestras, shows, seminários, programas de rádio, missões populares, etc.
    Por ocasião da solenidade de abertura, após a Missa,  aconteceu o 1º cliclo de shows, com as participações especiais do Pe. Zezinho, scj, e de Zé Vicente.
  O Informe gerAção participou da abertura do Jubileu Diocesano, e continuará levando a seus fiéis leitores os “flashe' s”  dos melhores momentos desta grande festa de toda  a família diocesana.

Por Osmar Lucena Filho

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"