quinta-feira, 17 de junho de 2010

Pelos Caminhos da História – Personalidades Históricas – Nomes de Ruas, Praça e etc

1 - MARIANO AIRES DO NASCIMENTO, LIDER POLÍTICO (PRAÇA LOCALIZADA EM BAIRRO CENTRAL DE PIQUET CARNEIRO  - NA RUA CÍCERO ALENCAR)
                                  Quem foi Mariano Aires? Mariano Aires do Nascimento era natural de Mombaça-CE, tendo nascido no dia 4 de junho de 1897, e falecido, em Piquet Carneiro-CE, no dia 23 de janeiro de 1984. Seu nome figura na galeria dos ex-prefeitos de Senador Pompeu. Com efeito, Mariano Aires torna-se o 17º Chefe do Poder Executivo,  da antiga terra de Humaytá, toponímia primitiva com que Senador era conhecido. Pertencia Mariano Aires à LIGA ELEITORAL CATÓLICA, cujo chefe, era o próprio Vigário de Senador, o Revmo. Pe. Francisco Lino Aderaldo de Aquino (+ 1941). Aires governará pelo espaço de um biênio: entre 1937 e 1938, comi sucessor do médico Alcides Uchôa Barreira. Sucede-o,  no cargo supramencionado,  o Dr. Mozart Soriano Aderaldo, Juiz de Direito, escritor e membro da Academia Cearense de Letras. Mariano uniu-se em matrimônio com a senhora Maria do Carmo Aires do Nascimento, de cujo enlace nasceram estes filhos: Luiz, Valderice,  Francisco,  Vilanir e Antônio. Luiz Aires, o primogênito, viria a se destacar nas lides da Política local: inicialmente,  como Vereador e Presidente da Câmara Municipal de Senador Pompeu (Eleições Municipais de 3 de outubro de 1950), e, depois, como Prefeito de sua terra natal, Piquet Carneiro, por três mandatos: 1959-63; 1967-71 e 1983-88. Corria o ano de 1984, quando o então Prefeito de Piquet Carneiro, Luiz Aires de Souza, inaugurou a Praça defrente à sede do Poder Executivo, até então chamada de "Praça das Convenções". Na ocasião, a Câmara Municipal,  por petição apresentada, em fevereiro de 1984,  pelo Vereador Lourival Nunes da Costa, o Lourinho, resolve, como forma de homenagear,  postumamente,  o genitor do Chefe do Poder Executivo, mudar o nome do logradouro citado,  para "Praça Mariano Aires do Nascimento", cujo busto, ali afixado, perpetua, entre nós, o nome de um dos co-fundadores de Piquet Carneiro. Obs.: Vale lembrar que este mesmo "espaço do povo", que é a Praça Mariano,   identificava-se,  no longínquo 12.07.1957, data em que Piquet Carneiro passou à município,  como "Praça Brigadeiro Eduardo Gomes".

2 - ZACARIAS PINHEIRO DA SILVA, VEREADOR E VICE-PREFEITO  (RUA LOCALIZADA EM BAIRRO CENTRAL DE PIQUET CARNEIRO)
      Quem foi Zacarias Pinheiro?  Zacarias Pinheiro da Silva integrou a 4ª Câmara Municipal de Piquet Carneiro, elegendo-se vereador nas eleições municipais de 15 de novembro de 1970. Fez parte, portanto, do Poder Legislativo,  numa época em que os membros da Câmara local não recebiam proventos, pois, segundo a legislação vigente, "somente seriam remunerados  os vereadores das capitais e municípios de população superior a 300.000 habitantes." Em 15 de  novembro de 1972, Zacarias Pinheiro é eleito vice-prefeito de Piquet Carneiro, pela ARENA 1, tendo a Luiz Roberto Pessoa Aires como Prefeito. Na condição de prefeito em exercício, ei-lo, entre 31 de janeiro e 17 de fevereiro de 1973, à testa do comando do Executivo local. Um de seus filhos, Luiz Augusto Pinheiro, seguindo-lhe as pegadas, terá assento no Legislativo de Piquet Carneiro por longos anos: de 1977 a 2004. Zacarias Pinheiro faleceu em setembro de 1990. A Câmara Municipal prestou-lhe justa homenagem na 9ª Sessão do 2º Período Legislativo, transcorrida em 22 de setembro de 1990.  Obs.: Primitivos nomes da atual Rua Zacarias: Caninana (referência a uma cobra da família Colubridae, característica da América Central e América do Sul)  e, depois,  Dom Antônio de Almeida Lustosa (2º arcebispo metropolitano de Fortaleza, entre 1941 e 1963,  que, no exercício desta função,  criou, em 25.01.1948, a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, de Piquet Carneiro).

3 - ANTÔNIO ANTONINO ADERALDO DO NASCIMENTO, VEREADOR E PREFEITO (AVENIDA QUE DÁ ACESSO AO DISTRITO DE IBICUÃ)
       Quem foi Antonino Aderaldo? Ocupante do Poder Legislativo, pela ARENA (Aliança Renovadora Nacional),  de 1967 a 1970. Foi, então,  o vereador,  mais bem votado,  nas eleições municipais de 15 de novembro de 1966, tendo logrado 592 votos. Em 26 de março de 1968, chegou à presidência da Câmara, sucedendo a Afonso Pinheiro da Silva; em 26 de  março de 1969 é reconduzido ao posto de Presidente do Legislativo, no qual se manteria até a mesma data do ano subsequente (1970), quando foi sucedido por Eduardo Almeida Meireles.  Apoiado pelo prefeito e líder Luiz Aires de Souza, Antonino Aderaldo torna-se o candidato à sucessão deste, no pleito seguinte, isto é, em 15 de novembro de 1970, recebendo  2.182 votos, contra os 1.450 dados a Alfredo Alves Beserra. Seu vice foi Juremir Martins da Costa. Durante sua gestão, Piquet Carneiro viu-se, pela 2ª vez, sob interventoria: em 1º de outubro de 1972, o Governador do Ceará, Cel. César Cals de Oliveira Filho, nomeia o Tenente Jarbas Benedito da Mota para a função de Interventor Municipal de Piquet Carneiro. Antonino não chegaria ao final de seu mandato, pois, em 24 de novembro de 1972, apresentou à Câmara Municipal, mediante um ofício, seu "pedido de renúncia".  Em fins dos anos 1970,  transfere-se, com a família,  para a capital cearense, onde a morte o colhe, no ano de 2002.

 Uma Pesquisa e texto: Osmar Lucena Filho
Fontes consultadas: Anais da Câmara Municipal de Piquet Carneiro; Luiz Aires de Souza: o Homem e Sua Terra, 2008.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"