quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Semana Cultural (Videos)

 

Fonte: Youtube Osmar Filho

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Paulo Oliveira no PV

PVpaulo oliveira      O Ceará Agora anunciou hoje uma possível filiação ao Partido Verde de Paulo Oliveira. A proposta de se candidatar ao senado está sendo avaliada pelo radialista e apresentador.

    “O popular, sem ser popularesco.” é o que diz o enuciado de seu programa no site http://verdesmares.globo.com/tvdiario/ resta saber se sua popularidade pode leva-lo ao senado.

Saiba Mais

sábado, 12 de setembro de 2009

7 de Setembro (novas fotos)

Mais fotos click aqui

I Copa Sertão Central de Futsal - Piquet Carneiro

SDC12559      Nesta sexta feira, dia 11 de setembro, enquanto muitos lamentam o fatídico atentado ocorrido em 2001, o município de Piquet Carneiro sedia o maior evento esportivo da região. 
      Contando com a presença de várias autoridades, entre elas o Prefeito Expedito José do Nascimento, que arriscou uns chutes na quadra, o Presidente da Câmara Bismarck Barros, sob os olhos de uma platéia atenta e entusiasmada, deu-se a abertura da I Copa Sertão Central de Futsal.
    Oportunamente foi realizada uma breve homenagem ao Sr. João Ferreira Lima, que foi o pioneiro do Futsal feminino e esporte em Piquet Carneiro, que aniversaria hoje, lembrado em uma singela faixa orgulhosamente exposta pelas componentes do time feminino piqueense, que abriram a rodada de jogos contra o time de Acopiara. O jogo terminou agora há pouco, e, com muita garra e detrminação, a equipe piqueense venceu por 4x2, com o apoio caloroso da torcida, que apesar de ser limitada, é altamente estusiasmada e instigante.
    E assim, tem início a  Copa em  Piquet Carneiro, com pontos favoráveis. Compareça nos próximos jogos e prestigie nossos atletas!

 
 
 

SDC12561SDC12562


 

Click nas fotos para ampliar

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

7 de Setembro

Catolé da Pista                Mulungu

P9060012 P9060100

Fotos aqui                                   Fotos aqui

Ibicuã                            Sede

P9070166 P9070019

Fotos aqui                                   Fotos aqui

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Miguel Calmon/Ibicuã - Terra do Cangaço

    A Vila de Ibicuã chamou-se inicialmente São Bento, seguindo a vontade do Cel. Zequinha Contendas, que o teria feito em decorrência da grande quantidade de cobras que se arrastavam por aquelas terras; tendo o mesmo rebatizado o distrito com o nome de Miguel Calmon, em homenagem ao engenheiro que construiu ali a Estação Ferroviária, de quem ficou muito amigo.
    Miguel Calmon foi oficialmente reconhecido como Distrito por Decreto Estadual datado de 01-09-1897, e em 23-09-1907 teve seu território anexado ao município de Senador Pompeu, quando era Presidente (Governador) do Estado do Ceará, Antonio Pinto Nogueira Accioly; e você deve estar se perguntando que autonomia teria um Coronel, que não era uma patente reconhecida, para colocar e mudar o nome de um povoado a seu gosto. Primeiro, o fato de ser coronel, termo herdado da Guarda Nacional, quando da sua criação, que era atribuído ao líder maior de uma comunidade, contando o mesmo com níveis subordinados ao seu poder; tendo sido extinta a Guarda Nacional, permaneceu vivo o termo e o poder dos coronéis para designar os “donos”, líderes políticos e econômicos de determinado território – eram os manda-chuvas da época.
    Em segundo lugar, o Cel. Zequinha gozou por vezes o poder de chefe maior do Município de Senador Pompeu, bem como seu filho, Franco Ferreira de Magalhães, elegeram-se Prefeitos por diversos mandatos. Assim sendo, mudar um nome não era lá muita coisa se pensarmos vislumbrando esse ângulo.

JOSÉ FERREIRA DE MAGALHÃES: Coronel Zequinha Contendas

 image

    Filho do Coronel Severino Ferreira de Magalhães, o Coronel Zequinha tinha residência fixa no Distrito de Miguel Calmon, hoje Ibicuã.
    Sua trincheira, bem como pude constatar ser literal, situa-se no Sítio Contendas, e uma importante conotação daquele prédio que resiste às agruras do tempo, é o seu sótão, com piso de madeira e janelas por todos os lados, sendo exatamente ali o local onde ele guardava as armas, um ponto estratégico, de onde se podia observar todos os arredores da residência.
    Ao lado dos seus irmãos e correligionários políticos, também coronéis do sertão, era o governador de toda essa região. Seu poder era imensurável e sob nenhuma hipótese questionado, tendo como único inimigo quase à altura, o seu irmão, Coronel Ananias, com quem disputava o poder político, mas nunca ameaçado de verdade, pois sendo ou não Prefeito de Senador Pompeu, mantinha-se inabalável.
    Reunia muito bem, após anos de prática, as características de um líder, apesar de tirano, tinha um carisma que faziam dele único. Seus irmãos, apesar de também serem líderes, não dispunham desse carisma, mas ainda assim, Ananias tinha uma certa dominância sobre o município de Senador Pompeu; Fenelon e Filemon Ferreira de Magalhães, tendo o primeiro desempenhado entre o período de 2 de março de 1899 a 8 de maio de 1903, o cargo de Intendente Municipal da Vila de Benjamin Constant, hoje Mombaça, nomeado em 2 de março de 1899, pelo então Presidente do Estado, Antonio Pinto Nogueira Accioly; Filemon chegou a presidir a 12ª Câmara de Vereadores daquela cidade, tendo conduzido, em 25 de outubro de 1896, os trabalhos de eleição da primeira Câmara de Vereadores do recém criado município de Senador Pompeu.

Sedição de Juazeiro

 

  O fato histórico cearense conhecido por Sedição de Juazeiro teve como idealizador o Dr. Floro Bartolomeu; e Pe. Cícero Romão Batista, seu correligionário político, foi o responsável pela execução devida.
    O movimento tinha por objetivo derrubar o Presidente (Governador) do Estado, Coronel Marcos Franco Rabelo, em decorrência da oposição política em que se viam os mesmos, sendo o Pe. Cícero pertencente ao partido e defensor da Oligarquia Accioly, motivo pelo qual vinha sofrendo intervenções e repressão política.image
    A Sedição teve seu marco inicial quando da destituição de Pe. Cícero do cargo de Prefeito de Juazeiro do Norte, feita por Franco Rabelo (o que estava sob seu julgo e poder), desencadeando a inconformação e revolta do mesmo, que em conjunto com Floro Bartolomeu, Gal. Pinheiro Machado, Dr. Aurélio de Lavor, e o Dr. José de Borba, criaram uma Assembléia Legislativa, constituindo-se um Estado dentro de outro estado, declarado por eles autônomo e isento do poder representado pelo Presidente do Estado do Ceará, o que contou com o total apoio do então Presidente da República Hermes da Fonseca, que era oposicionado pelos rabelistas.
    Nesse contexto, Pe. Cícero reuniu um grupo de mais de 1.000 jagunços que lutaram em defesa da sua causa; avançando passo-a-passo em direção à Fortaleza, para depor a custo de fogo, Franco Rabelo, que, com o apoio dos Coronéis Zequinha, Fenelon e Philemon, e ainda dos homes do Cel. Gustavo, de Lavras da Mangabeira, chefiados pelas tropas legalistas, comandadas pelo Capitão J. da Penha, montam estrategicamente a última barreira ao avanço dos jagunços de Pe. Cícero, em Miguel Calmon.
    José da Penha, capitão renomado, nasceu em 13 de maio de 1875 na Cidade de Angicos, no Estado do Rio Grande do Norte, e começou a estudar no Colégio Militar de Fortaleza quando tinha 5 anos, em 1880; posteriormente foi para o Rio de Janeiro e seguiu carreira militar. Entre um dia e outro do combate em Miguel Calmon, J. da Penha ignora os conselhos de todos e sai para vistoriar as trincheiras, oportunidade aproveitadimagea pelos jagunços que ali tiraram a sua vida, dando fim ao combate.
    Logo após, sem mais nenhum empecilho, as tropas de Padre Cícero, lideradas por Floro Bartolomeu, seguem tomando todas as cidades no caminho rumo à Fortaleza, onde enfrentam resistência das autoridades e da sociedade, que veem-se vencidos, restando apenas aclamar aqueles que resistiram até o fim, o que é possível constatar em notícia da Folha do Povo de 25.02.1914, saudando o Cel. Fenelon Magalhães, de passagem pela capital cearense, como herói.
    Havia no local onde deu-se a morte do Cap. J. da Penha um Cruzeiro erguido em sua homenagem, onde também foram enterrados muitos outros de sua tropa. Hoje já não se encontra mais de pé, vítima do vandalismo resta no local apenas uma pedra de mármore, tendo sido até mesmo a cruz saqueada por malfeitores.

Por Cinésio Lima

Diferentes na Escolha, Iguais No Amor

     Vivemos numa sociedade que é freqüente a discriminação de pessoas que são diferentes. Aprendemos que o certo e o normal é ser heterossexual. O homem tem que amar uma mulher e a mulher tem que amar um homem.
     Tudo a nossa volta: a televisão, os filmes, as revistas estão sempre mostrando imag2450428ens do casal perfeito. As musicas que ouvimos são quase todas referentes a paixão heterossexual.
    Chega um momento em nossas vidas que é preciso abandonar os conceitos sociais e familiares em que fomos criados. A dinâmica da vida assim o exige.
    Existem pessoas diferentes em todo canto do mundo. Na maioria das vezes não conseguimos distinguir quem é de quem não é. O sentimento de gostar de uma pessoa não é algo que escolhemos tê-lo. O que está ao nosso alcance é a maneira como nos comportamos frente a estas pessoas. Não temos direito de condenar ninguém por ser diferente de nós, o que devemos condenar é o desrespeito e a discriminação que existe com os nossos irmãos.
    Toda a discussão em torno do homossexualismo é antiga e muito complexa. Sabemos que em tempos não muito remotos, o mesmo era encarado como doença. Hoje, no entanto, o próprio ministério da saúde descarta essa possibilidade. Acredito, pois, como alguns estudiosos sobre o assunto afirmam, tratar-se de uma condição humana e não acredito que se trata somente de opção. Os caminhos que levam uma pessoa a assumir-se como homossexual; as formas de expressar sua conduta sexual são as mais variadas possíveis. 
    No entanto vejo que a pratica homofóbica é uma atitude reducionista e excludente daqueles que não sabem conviver com o diferente. Vejo com tristeza que nosso discurso caminha longe da nossa prática. As vezes percebo que pregam uma teoria da exclusão, no seu dia-a-dia manifestam atitudes excludentes, principalmente quando se trata do relacionamento entre pessoas do mesmo sexo, na maioria das vezes para dar satisfação a sociedade a qual trás os resquícios do  preconceito e da discriminação e preferem, de tal forma, conviver com a hipocrisia social a se darem as mãos na luta contra tudo que gera sinais de morte em nosso contexto social.


Ana Maria Vieira de Sousa
Coordenadora da PJMP no Zonal IV

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Terra Prometida

As ruelas de Ibicuã, calçadas com paralelepípedos, e o seu ar de história viva, com certeza me fizeram fugir por alguns instantes da realidade presente para contemplar um pouco do passado movimentado daquele vilarejo que vez por outra, em meio a tiroteios, remonta aos tempos do cangaço.
    Esse mesmo ar místico foi capaz de seduzir à primeira vista um menino de 5 anos, que passou por ali uma única vez no trem a caminho de Crato.
    Ellder Lago, hoje com 59 anos, escreveu um livro intitulado “O Brasil Pelo Avesso”, no qual apresenta a trajetória de uma família nordestina que com o seu jeito simples leva ao Brasil a solução para os problemas sociais que enfrentamos diariamente: educação, economia, política, reforma agrária... O cenário: IBICUÃ.
    Quando indagado a respeito da escolha do ambiente, Ellder me revela: “Eu nunca estive em Piquet Carneiro nem em Ibicuã. Apenas passei de trem quando fui a Crato aos meus 5 anos de idade. Sou natural de Baturité. Então tudo que escrevi no livro sobre esses lindos locais foi por pura intuição. A palavra Ibicuã me parece mágica e eu adotei esse povoado como o cenário do início de uma revolução sem armas. Não consegui encontrar a origem da palavra e então arbitrei como sendo Terra Prometida. Ainda estou nesta dúvida, mas em compensação transformei Ibicuã numa referência nacional, no berço da Grande Revolução.”

image     Hoje Ellder mora na cidade de Extrema-MG. Nosso contato aconteceu exclusivamente por e-mail. O mesmo se prontificou a nos enviar um exemplar do seu livro, que infelizmente não havia chegado até o encerramento desta edição. (À venda em breve aqui em Piquet Carneiro).

Ação Social

      A Secretaria do Trabalho e Assistência Social de Piquet Carneiro –SETAS, tem a frente como Gestora Maria das Graças da Silva Martins do Nascimento que vem desenvolvendo em conjunto com sua equipe e parceiras com a administração Crescendo com Você,   programas, projetos, ações e benefícios para beneficiar a população pobre de Piquet Carneiro, de modo a garantir a proteção social básica estabelecida pela Lei Orgânica da Assistência Social- LOAS com responsabilidade social. 
Dentre as atividades desenvolvidas na Gestão de 2009, destacam-se:
    Reestruturação da Secretaria do Trabalho e Assistência Social, através de investimentos em equipamentos e equipe técnica especializada e capacitação para melhor atender o usuário da assistência social.
    Ampliação dos grupos de Convivência da terceira Idade nos distritos;  image

image    Reestruturação do Cadastro Único, ampliando e capacitando a equipe para atendimento ao Programa Bolsa Família, desbloqueando  200 cartões, cadastrando 250 novas famílias e ampliando 341 novos benefícios no município até o mês de julho de 2009;  
    Ampliação do atendimento as gestantes pobres do município, desenvolvendo encontros sócioeducativos e palestras em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, Oficinas de confecção de itens para as gestantes e entrega do Kit Bebê básico;
    Realização da Festa do Gari em Parceria com as Secretarias Municipais e o Poder Executivo e Cidadãos Piqueenses;
    Cadastramento dos Beneficiários do BPC ESCOLA no município;
    Emissão de Carteiro do Idoso;
    Cadastramento das famílias do território do Centro de Referencia  da  Assistência Social – CRAS;
imageimage     Ampliação do atendimento dos Adolescentes do PROJOVEM Adolescente e inserção de oficinas de dança, capoeira, esporte e computação para melhor motivar os adolescentes;
    Participação Ativa na Semana do Município, promovendo nos distritos e sede do município atividades de cadastros, atendimento cidadão e o projeto Dia da beleza, atendendo com serviços de manicura e pedicura, com o objetivo de resgatar e fortalecer a auto estima das pessoas mais pobres do município;
    Participação do Festival de Quadrilhas e Danças do Município através dos Grupos de Convivência da Terceira Idade e PROJOVEM adolescente;
    Participação nas Feiras em Iguatu e Quixadá, através de amostra dos trabalhos realizados pelos artesãos do município, de modo a divulgar e ampliar o mercado consumidor, valorizando o produto da terra;
    Implantação do projeto Primeiro Passo, beneficiando 20 jovens com cursos de formação profissional e bolsa no valor de 80,00, durante 06 meses, em parceria com o Secretaria Estadual de Assistência Social;
    Reestruturação dos Conselhos Municipais e Criação do Conselho Municipal de Defesa a Pessoa Idosa –CMDPI;

Legislativo

image

Francisco Niclézio: Uma Vida a Serviço do Próximo!
    O nascimento de uma criança - mais uma! - no dia 24 de agosto de 1983 encheu de júbilo o lar do casal Francsco Cícero e Onedina Chagas. Levada à Pia batismal deram-lhe o nome de NICLÉZIO.
     Essa criança, pelo que se pode concluir de uma "leitura dos tempos atuais", já nascera com uma predestinação: a de prolongar, no tempo, o Projeto político-partidário, inicialmente conduzido por seu avô,  Sabino Chagas Sales, e seguido, depois,  de perto, pelo seu pai,  Cícero Bezerra, o "Cição", de feliz memoria.     
     Assim, sobre Niclézio é lícito,  afirmar, descender ele de uma tradicional família ligada à Política de Piquet Carneiro. As estatísticas a essa verdade aludem , quando o apontam como o  "2º vereador mais bem votado" da História do Legislativo local. Perante esta mesma História, ele ostenta outro título: o de vereador mais jovem da Casa Legislativa.
     Revendo as etapas de sua formação estudantil, sabe-se que ele concluiu o ensino médio na conceituda Escola Agrotécnica Federal de Iguatu, no ano de 2003; e que seu ingresso no mundo academicista deu-se em 2009, tornando-se, por conseguinte, aluno do Curso Superior de Administração.    
     No cumprimento, agora,  de tão alta missão, qual seja a de ser  "representante" do Povo, na Casa do Povo (pois, assim, deve ser entendida uma Câmara!), esperamos ter Niclézio a nítida consciência de que, como  porta-voz de toda uma comunidade, deverá manter, sempre,  diante de si , o cuidado de zelar pelos votos de que foi alvo nas recentíssimas eleições municipais,  mediante uma perfeita sintonia de ação e de trabalho  com o conjunto daquilo que, de fato, constitui direito inalienável,  dos cidadãos e cidadãs de Piquet Carneiro.       
     Para este jovem edil de nossa Câmara Legislativa, formulamos os melhores votos de parabéns, quando, cercado de familiares e amigos, sabemos que ele eleva a Deus um  Hino de Ação de Graças (Te Deum)  pelo dom da vida que se vai perpetuando, já à altura de seu 26º ano de existência.

                 
(Osmar Filho)

_____________________________________________________________________________________

image

       O vereador Dinômedes, protocolou 04 requerimentos na câmera municipal no dia 08 de julho de 2009, foram aprovados pelo plenário no dia 07/08/2009 o requerimento 006/2009, está solicitando do chefe do poder executivo municipal a conclusão do calçamento das seguntes ruas do distrito de Ibicuã: Rua Manuel Bento, Joaquim Cirilo Magalhães, Chico Tomé,  Antônia Zeina, Mundalva Pinheiro e Manoel Lemos.
      Os moradores das citadas ruas encontram-se a espera dessa conclusão, que faz parte da melhoria de vida dos mesmos.
    No requerimento 007/2009 o vereador Dinômedes, solicita do chefe do executivo municipal a construção de uma passagem molhada na estrada que liga o sítio São Gonçalo ao Cercado das Pedras.
    Este requerimento foi feito com base em reivindicações dos moradores destes sítios que passam diariamente por esta estrada.
    Já no requerimento 008/2009 o vereador, está solicitando do chefe do poder executivo municipal a construção de uma sede própria para o conselho tutelar.
    O conselho tutelar é um órgão de grande importância e com sua sede própria evita mudança de endereço facilitando assim, o vereador Dinômedes, está solicitando do chefe do poder executivo municipal a recuperação e iluminação das praças do distrito Ibicuã: sendo a praça e a outra praça na rua José Teotônio denominada Alto Retiro.
    As mesmas servem como ponto de encontro para jovens e adultos, e estão impossibilitadas para isso. Haja vista que estão em péssimo estado de conservação, como por exemplo, a falta de bancos e iluminação.
 

Vereador Dinômedes

_____________________________________________________________________________________

image

O vereador xandoca juntamente com os demais vereadores, assumiu compromisso com funcionários da saúde, na última sessão solene da câmera realizada no dia 07/08/09.

    Se prontificando em participar com uma comissão formada, de uma reunião com o prefeito Expedito, solicitando para os agentes comunitários de saúde... e para os técnicos de enfermagem um reajuste salarial. Esta é mais uma, das tantas lutas enfrentadas pelo vereador Xandoca.  Homem público popular, dedicado e zeloso para com a população Piquetcarneirense.

Vereador Xandoca

Do Mensageiro Ao Celular V

 . ..Continuação
    anatelAgencia Nacional de Telecomunicação (ANATEL), agencia reguladora, criada para coordenar, regulamentar e fiscalizar as empresas de telecomunicações brasileiras ou aqui instaladas. Tem deixado muito a desejar, as reclamações se acumulam e a referida Agencia tem deixado para o mercado (concorrência) resolver as pendências existentes, assim onde não há concorrência os consumidores estão abandonados a própria sorte. Com as privatizações foram criadas as empresas espelho, para concorrer com a telefonia fixa. Só as grandes cidades receberam tais empresas, visto que a instalação de sistemas fixos, hoje, tem custos mais elevados que a cobertura da mesma área por telefonia celular. Em 1998 a Telebrás foi dividida em quatro regiões e uma prestadora de longa distancia (LD).  Haviam 27 empresas estaduais, que se transformaram em quatro. Os defensores das privatizações prometiam: Universalização do sistema com acesso disponível para todos; Competição entre as empresas privatizadas e espelhos (novas); Agencia reguladora operante e independente; Serviço de qualidade.
    Com certeza estão nos devendo. Até final de 2008 quase 10% das cidades brasileiras não tinham um serviço de telefonia satisfatório. A telefonia celular deixa de atender 30% do território brasileiro (quase 10% da população). E nesses lugares vivem brasileiros como nós. Para ser mais claro as empresas de telefonia fixa teem dificultado até a instalação de “orelhão” para as comunidades e transeuntes, pois são detentoras de concessão de telefonia móvel e assim “incentivam” pela necessidade a compra de seus aparelhos e planos.
Jocicler Vieira

Presidenta da Fetamce Recebida pelo Secretário Executivo Adjunto do MEC

    A FETAMCE, através de sua Presidenta Netinha esteve reunida com o Secretário Francisco das Chagas Fernandes. O objetivo do encontro foi discutir mecanismos de fiscalização no ato da implantação do piso salarial do magistério nos municípios cearenses. O piso busca corrigir as distorções salariais, valorizar os profissionais e garantir a educação de qualidade.
    Só que no Cear, a implantação do piso e a reformulação dos PCCS estão sendo utilizados pelo poder executivo e suas assesorias para aumentar a jornada de trabalho; diminuir o percentual de mudança de nível vertical e horizontal; reduzir salários e violar direitos adqueridos.
    A reivindicação da FETAMCE é que o MEC , juntamente com o ministério Público, possam fiscalizar e cobrar o cumprimento da lei nos municípios e os/as trabalhadores/as não sejam mais uma vez os prejudicados/as.
    Segundo José Valter Alves Saraiva, secretário de finanças da FETAMCE, estamos concluindo uma proposta de plano de cargos e remuneração do magistério, para apresentarmos aos chefes do executivo em todos os municípios cearenses, para exigirmos o cumprimento da lei, que determina atualização de todo os planos municipais no pais, até 31/12/2009, para sua execução em sua totalidade a partir de 1º de Janeiro de 2010. O objetivo dessa nova proposta é garantir todos os direitos constituidos nas permitir suprimi-los como está sendo feito pela assesoria dos prefeitos, indicada pela APRECE( Associação dos prefeitos do Ceará)


José Valter Alves Saraiva
Secretário de Finanças da FETAMCE

Direito ao Ponto: Piquet Carneiro é Comarca Independente.

    Foi publicada no dia 16 de julho do ano de 2009, a Lei n° 14.407, que alterou e incluiu dispositivos no Código de Divisão e Organização Judiciária do Estado do Ceará.
    Por meio do respectivo artigo 513-E, desta alteração legislativa, a Comarca de Piquet Carneiro deixou de ser Comarca Vinculada, para ser Comarca independente de Vara Única, assim preceituando o dispositivo legal: “Serão implantadas, como Comarcas de entrância inicial, as Comarcas de Acarape, Ibicuitinga, Antonina do Norte, Quiteranópoles, Jijoca de Jericoacoara, Barreira, Varjota, Ararendá, Nova Olinda e Piquet Carneiro, todas de vara única, e, devendo a instalação obedecer ao dispositivo no artigo 48 e seus parágrafos.”.
    Referida implantação é de extrema importância para os jurisdicionados deste município, tendo em vista a morosidade que maculou o trâmite processual das Ações Judiciais impetradas neste foro, por mais de dez anos de existência da Comarca local.
    A ausência constante de um magistrado, bem como de um representante do Ministério Público, assim como de um defensor público, obstava o regular procedimento processual, deixando, na maioria das vezes, a população municipal sem meios de exercer o direito público subjetivo de recorrer à tutela jurisdicional do Estado. Como conseqüência, o descrédito na “justiça” era comum, porquanto não se percebia, de forma geral, a resolução judicial em tempo hábil ou esperado, quer fosse de forma contenciosa ou voluntária.
    Entretanto, essa sofrida realidade jurídica e jurisdicional da Comarca referente ao nosso Município tende a ser dirimida dependendo, hodiernamente, tão somente da efetivação estrutural e administrativa da Lei publicada e em vigor.


Carla Freitas da Silva
Advogada - OABCE 19.193
Escritório localiza na Rua Zacarias Pinheiro da Silva,
79 - Centro - 1º Andar - Piquet Carneiro - CE

Pelos Caminhos da História 4 - Nossa Igreja: de Capela a Matriz

      A ninguém, creio eu, passa despercebido,  o fato de que, ao lado da construção da Estrada de Ferro de Baturité - EFB, um outro evento, também ele importante,  em relação ao surgimento da Vila de Jirau, foi a edificação, em 1924, da capela em honra do Sagrado Coração de Jesus. 
    Há 10 anos, em agosto de 1999,  por ocasião do lançamento do livro "A Caminhada da Fé", de minha autoria, empreendi farta pesquisa sobre as origens desse primitivo templo, erguido por aqueles que nos precederam nos caminhos da Fé,  militando debaixo da mesma Bandeira do Sagrado Coração de Jesus.
    Agora, ao redigir mais uma crônica, de caráter  histórico-documental, para as páginas do Geração, a ela, isto é, à pesquisa mencionada, retomo, no desencadeamento do assunto em questão: a história de nossa igreja, de capela à matriz. 
   image Devo, de antemão, agradecer a três pessoas, que muito me auxiliaram no repassar oportunas informações a respeito da construção da capela supracitada:  Paulo Gomes Ferreira, Margarida Alves Ferreira e Luiz Gonzaga do Nascimento.
     De Margarida, minha tia, colhi a notícia de que os serviços de edificação da igrejinha foram realizados em forma de mutirão: ela mesma, na época com apenas  10 anos de idade, associou-se ao número dos que "carregavam os tijolos",  em vista, naturalmente, do soerguimento das paredes do aludido templo. 
    Na consolidação desta página de nossa história, dois nomes refulgem, de forma, assim, bem especial: o Pe. Francisco Lino Aderaldo de Aquino (+ 18.07.1941) e o sr.  Joaquim Rodrigues de Paula (+ 29.07.1961). O primeiro, por haver sido o condutor-mor dos trabalhos, porque era  o "Cura" das almas d´então; o segundo, pela doação, que fez, do terreno para a construção da capela,  fato concretizado, de forma oficial,  no Cartório de Senador Pompeu, aos 2 de janeiro de 1925, tendo Casemiro Nogueira e Mariano Aires do Nascimento servido como "testemunhas".
     Consoante a Escritura de Doação,  a capela encontrava-se situada em  local privilegiado: "à margem direita da Estrada de Ferro de Baturité". De fato, daí se podia vislumbrar  a estação ferroviária,  outro  marco significativo,  no que tange à expansão e ao desenvolvimento da Povoação de Jirau.
     No ano de 1948, uma vez erigida a paróquia, e dado o consequente ato de posse do 1º vigário,  na pessoa do Revmo. Pe. Antônio Pinheiro Freire, a velha capela haveria, como era natural, de passar por séria reforma e ampliação, em sua rústica estrutura, que lembrava um chalé, cujo telhado apresentava forte caimento e beirais avançados. 
    Paulo Gomes Ferreira (o Pepé) e Luiz Gonzaga (o Gonzaga) disseram-me que, nessa fase inicial de ampliação da nossa igreja,  a condução dos trabalhos concentrou-se nas hP8200002 ábeis mãos do famoso mestre "Caboclim", que viera de Capistrano de Abreu,  a convite do próprio Pe. Antônio Freire. Ambos eram, na verdade, velhos amigos e, por sinal, conterrâneos. Caboclim, assistido por sua equipe, da qual Paulo e Gonzaga fizeram parte, tomava, então, a peito,  a ingente tarefa de moldar a face e o interior da nova igreja matriz, não longe, nem ele nem sua equipe,  do "olhar" vigilante de Antônio Freire, o exigente primeiro Vigário de Piquet Carneiro.
    O ato de transformar uma "capela"  em "matriz",  deve ter,  realmente, absorvido muitas energias dos que a ele se dedicaram no curso de dois ou três anos, entre 1948-51. Em meio ainda a toda essa atividade,  não se desconheça a atuação de mais dois pedreiros: Mestre Lulu ( vindo do Riacho do Sangue ) e Francisco Policarpo (+ 1989).
     Verdade é que o frontispício de nossa igreja matriz já se apresentava no ano de 1951, com exceção da torre, exatamente como ele é visto em nossos dias, conforme nos revela uma fotografia da época, que tenho em meus arquivos.
    Enfim, da capela de outrora, pelo que me disse Gonzaga, nossa matriz conserva, apenas, os "arcos" que se agigantam sobre as colunas da nave central.
     No próximo número, falarei sobre as construções, respectivamente,  da torre,  e do altar-mor.
     Aguardem!
                                                                                                                                                      Osmar Lucena Filho

XVI Reunião Ordinária do Pacto Ambiental

                                                                  image                         Aconteceu em Piquet Carneiro, na Pousada Sombra das Palmeiras, a XVI Reunião Ordinária do Pacto Ambiental da Região dos Inhamuns e Sertões de Crateús (PARISC) e XV Seminário Integrado de Defesa Ambiental, dia 28 de agosto.
    Foram palestrantes do evento a Prefeita de General Sampaio e Presidente da APRECE, Eliene Brasileiro, e representando o prefeito de Independência, Presidente do PARISC, falou o Sr. Godofredo Lima Vieira; além de instituições como CHESF, Cagece, Banco do Nordeste, que foram homenageados na oportunidade.
    “Gestor comprometido com o seu município; uma pessoa de grande visão”, disse Eliene a respeito do Prefeito Expedito, que estava acompanhado de sua esposa e Secretária de Ação Social, Graça Martins, bem como demais secretários: Vera Silva, Valéria Franco, Wioneide Isidoro, Juremir Martins, Faustino Pinheiro, Erivando Maia, e o Presidente da Câmara, Bismarck Barros.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Informe gerAção Agosto 2009

Em Breve no Comércio de Piquet Carneiro

Guia do empreendedor

 

Prefácio

    É com enorme satisfação que eu, Kátya Soraya, em nome da CDL de Piquet Carneiro, apresento o Guia de Sobrevivência do Empreendedor.

   A satisfação está em poder disponibilizar aos microempresários, comerciantes e empreendedores do nosso município, um rico material com situações e dicas indispensáveis, que com certeza levarão quem as seguir da forma correta ao sucesso; sem falar na garantia e qualidade que só um órgão de competência e reconhecimento como o SEBRAE pode oferecer.

    O Informe gerAção, ao longo dessas quatro primeiras edições, tem cumprido fielmente o papel de informar, resgatar os valores e a História do nosso município, e este pequeno compêndio é mais uma demonstração do seu empenho em dar ao povo piqueense sempre o melhor, oferecendo a cada edição um atrativo a mais, enfim, um jeito diferente de comunicar.

    Boa leitura e muito sucesso!

Kátya Soraya Mendes da Silva
Presidente – CDL Piquet Carneiro

Contra Capa

       O Informe gerAção começou a circular no mês de abril de 2009, estampando como reportagem de capa a vinda do Governador Cid Gomes à Piquet Carneiro para transformá-lo naquele dia 07, uma Quarta Feira, no centro das atenções do Ceará, pois fez-se, ante todas as formalidades, sede do Governo do Estado do Ceará por um dia, em razão do Programa “Governo do Ceará na Minha Cidade”.


       A segunda edição trouxe a tona um raio x da economia piqueense, mostrando desde os primórdios desse pacato povoado que virou vilarejo, depois Distrito, em seguida município, até os dias atuais; essa edição histórica será um marco pois aponta os índices e dá o pontapé para a largada no que diz respeito ao desenvolvimento econômico e social de Piquet Carneiro.
      Os festejos em comemoração e homenagem ao Sagrado Coração de Jesus foram destaque na edição de junho, levando a público um pouco da representatividade dessa demonstração de fé; consta da mesma edição uma entrevista com o novo bispo da Diocese de Iguatú, D. Frei João José da Costa, tendo o mesmo transcorrido sobre política, educação, juventude, ecumenismo, entre muitos temas que as pessoas precisam dar mais atenção.
      Julho é um dos meses mais festejados pelos pacatos e alegres habitantes da “maravilhosa” Piquet Carneiro, pois reúnem-se todos em uma sintonia única para comemorar o seu aniversário; os 52 anos de emancipação política foram festejados com festas em praça pública, rodeio, inaugurações, e teve o seu encerramento marcado por um coral formado por uma multidão de pessoas ao lado da Estação Ferroviária cantando “parabéns pra você”, antes de cortar o bolo de 52 metros, coroando o momento com um magnífico show de fogos artificiais.
      Encaminhando-se para a quinta edição, o gerAção presenteia a todos aqueles que são responsáveis pela continuidade dessa idéia; fazemos isso como forma de demonstrar a nossa gratidão por nos permitir acompanhar e viver tão de perto a nossa História, que será resgatada, relembrada e nunca mais esquecida.
                                                                                                                                            Cinésio Lima

Patrocínio:

Guia do empreendedor patrocineo
"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"