sábado, 25 de abril de 2009

Entrevista com Nertan Silva

Aconteceu no dia 19 de março, no Centro Social Alternativo – CSA, a 1ª Conferência para Grupos de Jovens em Piquet Carneiro, que contou com a presença de grupos de jovens de toda a cidade, mas principalmente os pertencentes às igrejas, tanto protestantes como a católica.

A Conferência teve como Tema: “Diga não as drogas! Sim a vida em Jesus”, e foi na verdade uma tentativa desesperada no sentido de conter os índices cada vez mais alarmantes da dependência química e tráfico de drogas na nossa cidade.

O movimento foi idealizado e patrocinado pelo cidadão Nertan, da Igreja Assembléia de Deus, que concedeu entrevista exclusiva ao gerAção, onde falou um pouco mais sobre a iniciativa e sua experiência com as drogas.

Geração O que o inspirou a idealizar e promover essa Conferência na tentativa de conscientizar os jovens dos infortúnios das drogas?

Nertan Vim a nossa cidade para resolver alguns negócios, eu não estava planejando fazer nada a respeito, mas com o passar dos dias e como lá em São Paulo trabalhamos direto com pessoas que precisam de auxílio nessa área, e eu como conheço por experiência com é ser um dependente químico, JESUS tocou o meu coração nesse sentido, solicitei ajuda dos irmãos da Assembléia de Deus, convocamos as igrejas e os grupos organizados de nossa cidade, e em 04 dias planejamos e colocamos em prática a I Conferência para Grupos de Jovens em Piquet Carneiro, com o tema: “DIGA NÃO AS DROGAS! SIM A VIDA EM JESUS”. “Perguntaram-lhe, pois: como se foram abertos os olhos? Respondeu ele: o homem chamado Jesus.” (João 9:10-11).

Geração – Fala um pouco sobre você, sobre a sua experiência com as drogas e que papel a aceitação a Jesus Cristo desempenhou na sua vida, através da igreja.

NertanHoje louvo a Deus por tudo o que tenho e sou, tenho 32 anos, casado, casado, tenho uma esposa maravilhosa, temos dois filhos que são benção de Deus, meus pais que são presente de Deus, sempre me deram bons exemplos. Quando e tinha 23 anos conheci a cocaína, por pura curiosidade e também por influência de “amigos”, na época trabalhava e estudava, mas com pouco tempo de usuário fui perdendo tudo, primeiro a minha auto-estima, depois emprego, parei de estudar, passei a consumir outros tipos de drogas (crack, e outras), aonde cheguei no fundo do poço, passei a ser morador de rua, perdi tudo. Fiquei num estágio que nem a mim mesmo importava viver ou morrer, só quem nunca me desamparou formam meus pais, e hoje sei que também DEUS estava me guardando, pois estive envolvido na vida do crime, para sustentar o vício tive de roubar, tomei tiro, facadas, estou vivo hoje, tenho certeza disso, porque Jesus tem um plano maravilhoso na minha vida, e também na vida de todos os que se voltam para Ele. Um dia especial meu primo, na cidade do Rio de Janeiro, ele sendo evangélico, me convidou para eu ir na igreja com ele, ouvi a palavra de Deus pela primeira vez e entreguei a minha vida ao Senhor Jesus; tive ajuda tanto psicologicamente, como principalmente, espiritual, lá fui recuperado sem precisar de passar por tratamento químico; na igreja percebi que eu ainda era especial para alguém, encontrei novos amigos (irmãos) pessoas que se importavam comigo e que queriam meu bem. Tive roupa, comida, carinho, comecei a recuperar a minha vontade de viver e minha auto-estima, lembrei logo de minha família, voltei para minha casa crente no Senhor Jesus, transformado e liberto dos vícios malditos.

Geração – Nesse mundo de hoje, altamente competitivo e discriminatório, capitalista e violento, o que você acha que poderia ser feito para melhorar? Se não acabar, mas no ao menos reduzir essa catástrofe social?

NertanO problema em si não é o sistema (capitalista ou socialista) nem tão pouco a competitividade, ao meu ver o problema está em quem gerencia os mesmos, ou seja, o homem procura destruir o homem (ele próprio gera a violência), as diferenças existem, mas quem as cria? O homem cria a desigualdade, o racismo, os preceitos, a avareza, o egoísmo, o materialismo, o pecado em si. Não sou dono da verdade, mas descobri que Jesus pode mudar uma história de vida (mudou a minha), mas precisei reconhecer os meus erros e me voltar para Ele. Posso dizer com autoridade que JESUS é a solução para um mundo melhor.

Geração – Que conselho você dá aos nossos leitores: adultos, jovens, políticos, individual e coletivamente?

NertanJovens: vocês são fortes. O jovem jamais deveria perder tempo com coisas fúteis (drogas em geral), sempre procurar ser exemplo na escola, no trabalho, em casa, saiba que hoje, jovem, você está construindo o seu futuro; Adultos: respeitem os jovens, sejam exemplos para os mesmos, lembre-se que no futuro você pode ser cuidado por um desses jovens de hoje; Políticos: volte-se para o povo, perceba que estás no poder porque a maioria acreditou nos seus projetos, procure cumpri-los; a criança, o adolescente e os jovens precisam ser preparados para um amanhã melhor. A todos o meu conselho: “LEIAM A BÍBLIA SAGRADA”, ela é a palavra de Deus.

Geração – Uma frase.

Nertan“JESUS TE AMA”.

Geração – O que mais você acha importante acrescentar para finalizar a entrevista?

NertanProcurar engajar os nossos jovens em trabalhos, capacitá-los para uma vida lá fora ou mesmo para melhorar em nossa cidade, procurar dar mais qualidade de vida. Agradeço a Deus por ter me dado esse entendimento e condições para fazermos essa Conferência, simples, mas voltada para os jovens, e que a mesma seja o início de um grande trabalho com os jovens de nossa cidade.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

"O sucesso normalmente contempla aqueles que estão ocupados demais para procurar por ele"